Biblioteca da Praça Universitária é arrombada e tem computador roubado

Apesar de ser exigido pela lei, local não conta com sistemas de alarme e câmeras de segurança

Este slideshow necessita de JavaScript.

A biblioteca Marieta Teles, localizada na Praça Universitária, foi arrombada na manhã desta segunda-feira (28) e teve um computador e três panelas roubadas. A CPU do equipamento já foi recuperada pela Guarda Civil Metropolitana (GCM).

O prédio, que pertence a Secretaria Municipal de Cultura, não conta com sistema de alarme e as câmeras de segurança não estão em funcionamento. De acordo com a GCM, rondas motorizadas são realizadas diariamente em volta da praça.

Apesar de o local não contar com nenhum sistema de segurança, uma lei municipal aprovada em 2003 determina que s escolas, CMEIS, unidades de saúde, aecretarias e demais órgãos do Município, devem possuir sistemas de segurança baseado em monitoramento por meio de câmaras de vídeo nas áreas externas e interna de suas dependências.

Jornal Opção entrou em contato com a Prefeitura de Goiânia para obter informações a respeito dos sistemas de segurança dos prédios públicos, mas até a publicação desta matéria não obtivemos respostas.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.