Audiência Pública debate eficácia de torcida única nos clássicos goianos

Discussão será realizada nesta segunda (26), a partir das 14h, na Câmara

Foto: Reprodução

A Câmara Municipal de Goiânia realiza uma audiência pública nesta segunda-feira, 26, para discutir os resultados e efeitos da adoção de torcida única nos estádios em dias de clássicos das equipes goianas. O debate será aberto ao público e terá início às 14 horas.

O sistema tem sido adotado desde o começo deste ano após episódios de violência com o envolvimento das torcidas organizadas dos clubes da capital. A previsão é que se estenda em 2019, em especial durante os jogos do Campeonato Goiano, ou até que a entrada nos estádios seja modernizado com a utilização de mecanismos como o reconhecimento facial.

No entanto, clubes e torcidas têm apontado desrespeito ao consumidor, ineficiência da medida, tendo em vista os casos de violência fora das dependências dos estádios, e queda no rendimento dos clubes por causa da ausência das torcidas.

Participam do debate o vereador e presidente da Comissão Mista da Casa Lucas Kitão (PSL); dirigentes dos clubes Atlético Goianiense, Goiás, Goiânia e Vila Nova; as torcidas organizadas Torcida Esquadrão Vilanovense, Força Jovem Goiás, Torcida do Goiânia e Torcida Dragões Atleticanos.

Também estarão presentes o Tribunal de Justiça Desportiva (TJDGO), a Guarda Civil Metropolitana (GCM), a Federação Goiana de Futebol (FGF); a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), por meio do Comando Geral e do Batalhão de Eventos; o Ministério Público do Estado de Goiás (MP/GO), por meio das promotorias do Grupo de Atuação Especial em Grandes Eventos de Futebol, bem como de Defesa do Consumidor; a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional de Goiás (OAB-GO); Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de Goiás; e Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de Goiás.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.