Atraso nas eleições para diretores de escolas municipais gera insegurança entre servidores

Escolha do novo diretor geralmente acontece no mês de novembro mas até hoje documento não foi aprovado pelo Conselho Municipal de Educação

O atraso no cronograma de eleições para diretores das escolas municipais da capital tem causado insegurança entre os servidores da categoria. A documentação para realização do processo eleitoral, que geralmente é apresentada no mês de outubro, até hoje não chegou nas unidades de ensino.

Segundo o coordenador geral do Sindicato Municipal dos Servidores da Educação de Goiânia (Simsed), Antonio Gonçalves, escuta-se nos bastidores que o atual mandato dos diretores seria prorrogado para o próximo ano, o que tem gerado insatisfação nos trabalhadores.

“Muitos diretores estão cansados e desejam finalizar esse ciclo de trabalho. Se isso acontecer, a prefeitura manda um interventor. Essa possibilidade tem causado medo na categoria”, afirmou.

Ainda segundo Simsed, a chance de as eleições para diretores acontecerem próximo às eleições estaduais de 2018 permite uma “contaminação de influências políticas”.

O regulamento do processo eleitoral já foi enviado ao Conselho Municipal de Educação, mas não teria sido aprovado. Gonçalves relata que os conselheiros discordaram de vários pontos, dentre eles o de que o diretor com dois concursos não poderia acumular cargos.

Depois da reprovação no conselho, o documento teria sido reenviado para a Secretaria Municipal de Educação fazer a retificação e até hoje o regulamento estaria parado.

“De qualquer forma o ano letivo já está comprometido. Se o documento chegar essa semana, as eleições só poderão ser realizadas nos últimos dias do ano letivo quando a comunidade já não está 100% presente devido a proximidade das férias”, pontuou.

A eleição para diretores é um dispositivo legal previsto no Estatuto dos Servidores do Magistério Público do Município de Goiânia.

Resposta

Jornal Opção entrou em contato com a Secretaria Municipal de Goiânia. Por meio de nota o órgão informou que “de acordo com o Estatuto do Magistério, as eleições para diretores podem ser realizadas até o dia 31 de dezembro. A secretaria esclarece que o regulamento está no Conselho Municipal de Educação (CME) para aprovação.

O CME informou que o regulamento chegou ao conselho no final da tarde desta quarta-feira (8/11) e, portanto, não seria votado nesta quinta-feira (9/11). O documento precisa passar pela avaliação dos 13 conselheiros e ser aprovado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.