Atendimento do Centro Diabético de Goiânia começa em novembro

Duas primeiras cirurgias serão realizadas já nesta semana. Projeto do vereador Jorge Kajuru (PRP) recebeu apoio dos governos federal e estadual

O primeiro centro médico especializado em diabetes do Brasil já tem data para ser inaugurado em Goiânia. Idealizado pelo vereador Jorge Kajuru (PRP), o Centro Diabético de Goiânia começa a funcionar na próxima semana e, entre vários serviços, oferecerá cirurgias para controlar a doença, realizadas pelo médico Áureo Ludovico. A primeira ocorre nesta quinta-feira (26/10), no Hospital Neurológico.

Segundo o parlamentar, o hospital, localizado no setor Cidade Jardim, está sendo equipado com os R$ 6 milhões empenhados por parte do Ministério da Saúde e será gerido pela organização social Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (IdTech). O recurso foi conseguido por uma articulação entre o ministro Ricardo Barros (PP-PR) e o senador Wilder Morais (PP-GO), com a ajuda da família Datena (José Luiz e Vicente, amigos de Kajuru).

Apesar de ter se comprometido, a gestão do prefeito Iris Rezende (PMDB) nada fez para a viabilização do centro, que será mantido, inicialmente, com recursos do vereador por Goiânia. “Vamos inaugurar o hospital, que será referência no Brasil. Conseguimos a liberação do recurso por parte do governo federal e agora as cirurgias terão início”, explicou.

As vereadoras Dra. Cristina (PSDB) e Priscilla Tejota (PSD) conseguiram, junto ao governo de Goiás, uma parceria para que as cirurgias sejam realizadas no Hospital Geral de Goiânia (HGG) e que, além da para combater o diabetes, sejam oferecidas bariátricas. Para tanto, o Ministério da Saúde liberou R$ 1,2 milhão extra. De acordo com Kajuru, há 100 pessoas na fila, mas o número deve aumentar.

Veja imagens de onde funcionará o centro:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rachan

ATÉ QUANDO A POPULAÇÃO VAI SUPORTAR ESTA PIRÂMIDE, ILEGAL, BRASILEIRA E CARÍSSIMA. Serviço de saúde pública no Brasil é caríssima, pois, todos nós pagamos uma das maiores cargas tributárias do planeta, que beira 60% do PIB (bitributação) para termos excelência de qualidade, quando assistimos ao contrário, nossos representantes políticos, magistrados, defensores públicos e promotores de justiça ganharem uma fortuna mensal para permanecerem na omissão às custas dos milhões de desempregados, quando crianças e idosos sofrem nas filas quilométricas, que em muitos casos perdem a vida por falta de socorro. Há exceções como neste caso do Kajuru, mas não é a… Leia mais

Zaira

Faltou o endereço do hospital do diabético

Rosangela Almeida

Qual o endereço??

Jaine Núbia Gonçalves neiva Ribeiro

Como faço para entrar nA fila de espera