Ataque em mesquita deixa ao menos 100 mortos e feridos no Afeganistão

Ação teria acontecido por volta do meio-dia (hora local) em um dia que é considerado sagrado pelos muçulmanos, em uma mesquita xiita na cidade de Kunduz

Explosão em mesquita | Foto: Reprodução /Twitter

Um ataque em uma mesquita xiita na cidade de Kunduz, no nordeste do Afeganistão, deixou ao menos 100 mortos e feridos, relatou a Missão da ONU no país. Segundo reportagem do portal UOL, a ação foi causada por um homem-bomba.

O ataque teria acontecido por volta do meio-dia (hora local) em um dia que é considerado sagrado pelos muçulmanos. Ainda segundo o UOL, os feridos estão sendo atendidos no Hospital Central de Kunduz e nas instalações da ONG Médicos Sem Fronteiras (MSF). Testemunhas descreveram cenas atrozes à AFP.

Ação não foi reivindicada por nenhum grupo, mas tem o formato dos ataques do grupo terrorista Estado Islâmico, formado por islâmicos sunitas, e que tem um braço muito ativo no território afegão, o EI de Khorasan (Isis-K ou EI-K).

A Organização das Nações Unidas (ONU), afirmou que o ataque de hoje é parte de um padrão “perturbador” de violência. “É o terceiro ataque mortal esta semana, aparentemente visando uma instituição religiosa. O Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelo incidente de domingo, próximo a uma mesquita de Cabul. Ainda não se sabe o autor do ataque de quarta-feira a uma madrassa em Khost”.

Desde que os talibãs, que também são sunitas, retomaram o poder no Afeganistão, em 15 de agosto, o EI-K vem realizando ações pontuais para enfrentar os “rivais”. O porta-voz do Talibã, Zabihullah Mujahid, disse que “forças especiais” foram enviadas ao local para investigar o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.