Assessor de Trump que se encontrou com Bolsonaro foi lobista de grupo marxista iraniano

John Bolton esteve com o presidente eleito nesta quinta-feira (29)

Jair Bolsonaro ao lad de John Bolton durante reunião no Rio de Janeiro | Foto: Reprodução

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), se encontrou, nesta quinta-feira (29), com o assessor de Segurança Nacional do governo americano, Jonh Bolton, a fim de discutir o comércio entre os dois países, a situação da Venezuela, a relação com a China. O assessor de Donald Trump também convidou o capitão reformado do Exército para conhecer os Estados Unidos.

Segundo informações do blog de Guga Chacra do jornal “O Globo”, o assessor de Donald Trump fez lobby para o grupo Mujahedeen el-Khalq (MEK), que segue as ideologias jihadista e marxista e já foi apoiado por Saddam Hussein.

O MEK, que entrou na lista de grupos terroristas do Departamento de Estado americano em 1997, só deixou de ser classificado como tal em 2012. 

De acordo com Guga Chacra, John Bolton é considerado um dos maiores defensores de intervenções militares americanas no exterior. Ele defende mudanças dos regimes da Coréia do Norte e do Irã e foi tido como o maior belicista do governo do ex-presidente George W. Bush.

 

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.