Secretário de Governo vê diálogo como caminho para trazer aliados que tenham pontos em comum com o projeto político de Caiado

Governador Ronaldo Caiado (DEM)| Foto: Sérgio Rocha

Como já mostrado em reportagens anteriores do Jornal Opção, o Democratas tem atraído diversos partidos com tendência a filiação. A soma dos aliados que poderão apoiar a reeleição de Ronaldo Caiado no ano que vem tende a crescer.

Na semana passada, o prefeito de Cromínia, Gil Pereira, e de Aruanã, Hermano de Carvalho, que eram do PSDB, e Renin Gonçalves (MDB), de Joviânia, se filiaram ao partido do governador.  Além deles, se filiaram também os prefeitos José Antônio de Guarinos, Carlinhos do Mangão, de Novo Gama, ambos eram do PL, e Frederico Gonçalves Vidigal de Rialma, que era do PTB. Nesta semana, o Opção mostrou que outro que tende a se filiar é o prefeito Júnior Marreco, que foi eleito em Nova Aurora pelo MDB, em 2020.

As articulações feitas nas eleições municipais de 2020, com apoio a candidatos a prefeitos que antes não compunham a base, tende a ajudar no processo de aproximação. O secretário de Governo, Ernesto Roller, responsável pelo diálogo, já afirmou que as portas estão abertas para conversas. “Sobre o DEM eu ainda não tratei com o governador, até por ser uma ação partidária, fica mais circunscrito no âmbito dos partidos”, disse.

Porém, na construção da base, Roller pontua que o diálogo é o principal caminho para buscar integrantes seja na Assembleia Legislativa ou nas prefeituras. “Nós vamos começar a conversar com todos que tiverem disposição”.  

O deputado José Mário Schreiner (DEM), afirma que o crescimento da sigla é visível pela sua proposta democrática e republicana. “O fortalecimento do DEM em Goiás passa diretamente pelas mãos do governador Ronaldo Caiado, que tem aproximado lideranças e prefeitos que se interessam pela forma de gestão e de política dele. O necessário para 2022 é uma gestão bem avaliada e uma base forte, logo, a tarefa de casa está sendo feita pelo DEM”, pontua.