Ex-prefeito de Itumbiara é pré-candidato a deputado federal, pelo Republicanos, e já vinha tendo atrito com base evangélica por causa de apoio a irmão de Fortunato

José Antônio da Silva Netto, o Zé Antônio, ex-prefeito de Itumbiara, ex-secretário municipal de Desenvolvimento Humano e Social (SMDHS), de Goiânia, e pré-candidato a deputado federal pelo Republicanos, perdeu o apoio da Igreja Esperança, em Aparecida de Goiânia. Ele e mais oito pessoas se tornaram alvos da Justiça que acatou denúncia do Ministério Público de Goiás. O grupo é suspeito de participar de um esquema que ficou conhecido como a ‘Máfia do Lixo’.

No entanto, a aliança de Zé Antônio com a base evangélica já vinha sofrendo atritos, quando ele decidiu bancar Nélio Fortunato para comandar a Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social (SMDHS), da Capital, após ele deixar a pasta, para concorrer às eleições de 2 de outubro. Nélio é irmão do ex-prefeito de Trindade, Ricardo Fortunato, pré-candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), com quem ele anunciou que faria ‘dobradinha’ eleitoral.

Sob Nélio, membros da congregação estariam sendo ignorados na pasta, o que vinha desagradando a cúpula religiosa. Com a situação ficando insustentável depois do acolhimento do Poder Judiciário da acusação de corrupção. A Igreja Esperança é uma das maiores denominações evangélicas em Aparecida de Goiânia e é liderada pelo Pastor Romeu Ivo.