Após reajustes abusivos, Procon Goiânia autua postos de combustíveis

Dez estabelecimentos foram autuados com cobrança média de R$ 7,70 para gasolina e R$ 6,90 no diesel

O Procon Goiânia realizou nesta sexta-feira, 11, fiscalização nos postos de combustíveis da capital para coibir aumentos abusivos nos preços da gasolina e diesel, após anúncio de reajuste pela Petrobras de 18,8% no litro da gasolina e de 24,9% no diesel vendido às distribuidoras. O órgão autuou dez estabelecimentos pela cobrança média de R$ 7,70 para gasolina e R$ 6,90 no diesel.

Os estabelecimentos autuados estão localizados nas avenidas Castelo Branco, T-63, Goiás Norte, Alameda Ricardo Paranhos, Perimetral Norte e nos setores Goiânia 2 e Crimeia Oeste. Destes, três ainda foram autuados por recusar a venda de combustíveis ao consumidor, e ausência de informação do valor dos produtos na bomba.

Segundo a presidente do Procon Goiânia, o objetivo da operação é analisar a margem de lucro dos postos e frear o aumento abusivo de preços, visto que essa prática é proibida pelo Código de Defesa do Consumidor. “Esse aumento ainda não prejudicou os postos de gasolina porque eles ainda estão com o combustível antigo, comprado com o preço anterior. Portanto, não há justificativa para repassá-lo aos consumidores”, explica.

O Procon Goiânia ainda vai continuar fiscalizando os postos de combustíveis da cidade. As denúncias podem ser feitas pelo telefone (62) 3524-2936 ou aplicativo Prefeitura 24 horas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.