Após passagem por Goiânia, Meirelles avalia que aliança com Caiado é uma “evolução natural”

Em entrevista ao Jornal Opção, o ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do Banco Central disse estar bem alinhado com o chefe do Executivo goiano e a formalização para a composição da chapa irá ocorrer no momento certo

Frederico Jotabê e Marcos Aurélio

A visita de Henrique Meirelles, pré-candidato ao Senado, ao estado de Goiás, reforçou a possibilidade uma aliança com o governador Ronaldo Caiado (DEM) para eleições de 2022. Em entrevista ao Jornal Opção, o ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do Banco Central disse estar bem alinhado com o chefe do Executivo goiano e a formalização para a composição da chapa irá ocorrer no momento certo.

“Vai depender da evolução das conversas. Somos amigos de muitos anos. Foi uma reunião ótima que tive com ele [Ronaldo Caiado]. Estamos bem alinhados. Agora, evidentemente, que a formalização de qualquer aliança e composição de chapa dá-se normalmente durante o processo. Eu sempre acreditei de fazer as coisas certas, na hora certa, como o governador também. Eu não acredito em coisas precipitadas”, afirma Meirelles.

Meirelles cumpriu agenda em Goiânia no dia 25 de junho, acompanhado do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab. E durante coletiva, reforçou que será candidato Senado em 2022 por Goiás, além das conversas e possibilidades de alinhamento político para as eleições do ano que vem.

“Não há dúvida que eu gosto de estar trabalhando junto com pessoas que eu tenho uma boa relação, como eu tenho com o governador. E acho que qualquer evolução nesse sentido seria uma evolução natural. Ele apreciou muito o fato de eu visita-lo. Existia muita dúvida no estado até que eu ponto eu estava disposto a aceitar o convite do PSD e, de fato, me candidatar. Então, ele ficou muito satisfeito com essa minha disposição. Ficamos com as portas abertas para continuar as conversas”, destacou o pré-candidato a senador.

A entrevista completa de Henrique Meirelles estará disponível no final de semana na edição impressa do Jornal Opção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.