Após ofender advogada nas redes sociais, classe protocola pedido de afastamento do presidente da OAB Nacional 

Advogados pedem o imediato afastamento do jurista “tendo em vista a conduta reiterada de atos contrários aos princípios basilares da instituição”

Foto: Reprodução

A Associação dos Advogados e Estagiários do Estado do Rio de Janeiro (AAEERJ) ingressou com um processo que revindica mandado de segurança e pedido de afastamento liminar contra o presidente nacional da OAB, Felipe de Santa Cruz Oliveria. 

No documento a AAEERJ argumenta que o jurista tem trazido prejuízos “de caráter irreversíveis para toda a advocacia brasileira”. E justifica: “constantemente vem a público e em nome da classe e da Instituição, insiste com manifestações políticas partidárias, configurando desvio de finalidade, usando a máquina para fazer política voltada aos interesses de sua ideologia política contra o governo federal”. A conduta, segundo a Associação, é vetada pelo Estatuto da OAB.

A AAEERJ também destaca que o advogado Felipe Santa Cruz, vem “praticando atos de ofensa aos Advogados do Brasil”. A acusação foi fundamentada com base no ocorrido em dia 22 de maio de 2019, onde o advogado usa as redes sociais para “ofender de forma genérica toda a classe que ele próprio representa nacionalemnte”.

Na ocasião, durante uma discussão com uma colega de profissão, de Santa Cruz dispara: “Pelo menos sei quem é meu pai… Os filhos das putas não costumam saber”. Por sua vez, a advogada Flávia Ferronato responde: “Algum problema com as putas? Alguma espécie de preconceito?”. Após ser questionado, Felipe responde, por fim: “Desculpe se ofendi sua profissão”. Veja os arquivos anexados ao pedido de afastamento de Santa Cruz: 

Discussão entre ambos no Twitter / Foto: Reprodução

Advogada fala sobre o ocorrido no Facebook / Foto: Reprodução

A Associação volta, posteriormente, a questionar as práticas ideológicas “que afrontam a moral e a idoneidade de todos os advogados do Brasil” praticadas pelo presidente da OAB. A acusação anexa, então, publicações vinculadas às redes sociais e portais de notícias no intuito endossar a argumentação adotada. Veja algumas das imagens contidas na peça: 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Os advogados solicitam que seja deferido o pedido liminar contra o Felipe Santa Cruz, bem como a imediata suspensão e afastamento das funções administrativas “tendo em vista a conduta reiterada de atos contrários aos princípios basilares da instituição e a dignidade de toda a advocacia nacional, ao escapar da verdadeira finalidade da instituição, fatos que vêm repercutindo negativamente em todo território nacional”. 

O pedido foi protocolado no TRF1 nesta quarta-feira, 31, e deve ser distribuído ainda hoje às 14h.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.