Após incêndio que deixou 9 mortos, familiares já se reúnem em frente ao 7º BPM

Segundo testemunhas, menores começaram a incendiar o Centro de Internação Provisória, no Jardim Europa

Familiares já se aglomeram em frente ao 7º BPM | Foto: Nathan Sampaio

Um incêndio em uma cela do Centro de Internação Provisória do 7º BPM, no Jardim Europa, deixou ao menos nove internos mortos.

De acordo com informações preliminares, uma rebeliião teve inicio na manhã desta sexta-feira (25/5) dentro de uma cela na Ala A. Segundo testemunhas, menores começaram a incendiar o local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e enviou uma unidade de socorro avançado para socorrer uma pessoa que ficou gravemente ferida. Outras quatro viaturas do Corpo de Bombeiros também estão no local.

Assim que souberam do acontecido, familiares dos internos se deslocaram para o local em busca de informações.  Eles estão sendo recebidos e encaminhados para dentro da unidade.

Em nota, a assessoria de imprensa da Secretaria da Mulher, Desenvolvimento Social, Igualdade Racial, Direitos Humanos e do Trabalho (Secretaria Cidadã), responsável pelo CIP, negou que houve rebelião, mas não deu mais detalhes sobre o incêndio.

A secretaria disse que só vai passar mais informações sobre os prejuízos e providências que serão tomadas no local após o trabalho dos Bombeiros e da Polícia Militar.

O governador José Eliton (PSDB), que está em Cuiabá para participar de reunião do Fórum dos Governadores do Brasil Central, informou que retornará de imediato a Goiânia por conta da tragédia.

Deixe um comentário