Após exposição polêmica, deputados pedem que Assembleia encerre conta no Santander

Francisco Júnior, Santana Gomes e Marlúcio Pereira acusaram o banco de patrocinar pornografia e afronta à família e cobraram posicionamento da Casa

Fotos: Ruber Couto

Os deputados Marlúcio Pereira (PSB), Santana Gomes (PSL) e Francisco Junior (PSD) subiram na tribuna nesta terça-feira (19/9) para repudiar a exposição sobre diversidade sexual promovida pelo Banco Santander em Porto Alegre (RS). Além de se posicionar contra a Queermuseu, eles pediram que a Assembleia Legislativa encerre sua conta no banco, onde é feito o pagamento dos servidores da Casa.

“Não tenho nada contra a diversidade, mas sim contra o desrespeito, o que uma instituição financeira tem com esse tema? Não quero o suor do meu trabalho nesse banco, as contas dos servidores dessa Casa estão no Santander. Quero a transferência da minha conta para outro banco, se não houver uma retratação pública da instituição. Me senti agredido e constrangido”, declarou Francisco.

Marlúcio completou: “Uma verdadeira vergonha, patrocinada pelo Banco Santander, que recebeu dinheiro público para patrocinar um desfile de horrores contra nós cristãos, seja evangélico, católico ou espírita”.

A exposição ganhou repercussão depois que o Movimento Brasil Livre (MBL) a acusou de fazer apologia a pedofilia, zoofilia e promover a sexualização de crianças. Ela ficaria em cartaz até 8 de outubro, mas foi encerrada no último domingo (10), por decisão do Santander que, em nota, pediu desculpas e afirmou que “o objetivo da exposição era incentivar as artes e não gerar qualquer tipo de desrespeito e discórdia”.

6 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Natalia de Castro

Agora sim, espero que o Brasil tome jeito, pois ainda tem de melhorar muito, o respeito em primeiro lugar.

António Carlos

Eu apoio vocês pela coragem e ousadia em combater essa palhaçada do banco Santander , isso é uma vergonha e um desrespeito contra DEUS e contra a família brasileira.

Maria marta

ISSO É SÓ CRIME CONTRA A DIGNIDADE HUMANA CRIME DE PEDOFILIA CRIME DE PORNOGRAFIA ENVOLVENDO CRIANÇAS E CRIME DE RACISMO USANDO UM NEGRO COMO PROTAGONISTA DE IMORALIDADE OS RESPONSAVEIS TEM QUE RESPONDER CRIMINALMENTE ISSO É UM ABSURDO ENORME E UMA AGRESSAO AS CRIANÇAS E SUAS FAMILIAS.

marcos eugenio da silva

seria bom que todos evangelicos catolicos e a as demais instituiçoes tirasem as contas do santander, por eles desrespeitarem nossas crianças e outras aberraçoes. insentivando todo tipo de prostituiçoes. chamada de exposiçoes culturais…………………………………………………………..

Nilson Rodrigues

Vejo que por diversas formas o movimento LBGTQ tem tentado incluir essas pornografia e pouca vergonha, e ainda diz que isso é cultura. Pessoas disfarçadas de artistas querendo mudar o que DEUS pensou para humanidade. Nossas famílias são inatingíveis.

carlos josé moreno

O que mais me indignou nesta exposição, foi o fato de ser feita com o intuito único de desrespeitar os símbolos cristãos e erotizar as nossas crianças, erotizar crianças só interessa a pedófilos, não consigo nem imaginar os danos psicológicos que as crianças que foram forçadas a presenciar aquele show de horrores. espero que as autoridades coloquem na cadeia aqueles criminosos.

Ozielson

Sou artista plástico, e tenho opiniões referente ao absurdo mostrado aqui e ao resto do mundo. Diante do que vi e li, esses canalhas usando e abusando da arte não só banalizaram nossas crenças e religião como também defamaram de modo global a arte em si.

Se há lei e punição ao que ejacula em uma mulher, deverá obrigatoriamente q haja a mesma ou mais dolorosa punição ao que ejaculou no planeta todo.

Faz-se justiça!

Claudio

Isso mostra os pilantras e canalhas que estão por trás disso, essa exposição demonstra o que eles são!