Após desistência de Romário, bloco da renovação ganha novo fôlego

Parlamentares marcaram presença na sessão desta quarta-feira e asseguraram possuir até sete nomes para a encampar disputa à presidência da Câmara de Goiânia

Leandro Sena, Wellington Bessa e Dr. Gian | Fotos: Lívia Barbosa e Reprodução/Instagram

Os vereadores do grupo que defende a renovação na eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Goiânia marcou presença na última sessão da atual legislatura, nesta quarta-feira, 30. Entre os novos parlamentares, Leandro Sena (Republicanos), Wellington Bessa (DC) e Thialu Guiotti (Avante) o clima era de confiança na virada.

O grupo dos 16 tem cerca de 6 nomes habilitados para a disputa, mas aposta no fator surpresa para não chegar desidratado no dia da eleição, que acontece no dia 1º de janeiro, após a posse. Apesar do suspense, sabe-se que os nomes de Dr. Gian (MDB), Sabrina Garcez (PSD), Sargento Novandir (Republicanos) e Paulo Henrique da Farmácia (PTC) são vistos com bons olhos para a disputa da presidência.

O bloco conta ainda com Ronilson Reis (Podemos), Anderson Sales Bokão (DEM), Wellington Bessa (DC), Edgar Duarte Careca (PMB), Léia Klébia (PSC), Thialu Guiotti (Avante), Lucas Kitão (PSL), Gabriela Rodart (DC), Joãozinho Guimarães (SD), Leandro Sena (Republicanos), Léo José (PTB), Marlon (Cidadania).

Nosso partido merece ter a presidência da Câmara

“Coloquei meu nome à disposição desse grupo e acredito que temos os melhores projetos para a cidade de Goiânia. Respeito muito meu partido, meus presidentes Carlos Júnior e Daniel Vilela, que é meu amigo. E sou da base do prefeito Maguito Vilela, que apoiei em primeiro e em segundo turno”, afirmou Dr. Gian. “Nosso partido merece para ter a presidência da Câmara”, completou, apesar de ser o único emedebista no grupo.

Segundo Leandro Sena, a matemática de apoios ao bloco é crescente. “Não há dúvidas que para chegar a 18, 20, é daqui pra ali. Nós vamos ganhar essa eleição, temos uma proposta de renovação com uma pautas como reforma tributária e Plano Diretor com um engajamento maior. Eu e o Novandir somos do partido do vice-prefeito, somos da base do prefeito e vamos trabalhar pela vitória”, acentuou.

Temos cerca de sete nomes muito bons

De acordo com o vereador eleito Bessa, o grupo não afunilou em um nome. Ele também diz que não tem a pretensão de participar da disputa. “Temos cerca de sete nomes muito bons com capacidade para fazer uma excelente presidência”, disse, ao revelar que cinco vereadores do grupo ligado ao presidente Romário Policarpo (Patriota) tem conversas sólidas com o bloco de renovação.

Bessa defende que a escolha do nome que vai disputar a presidência da Casa deve demostrar capacidade de manter a independência e autonomia da Câmara mas que saiba fazer a interlocução com o Paço. “Temos bons nomes, no momento certo teremos um nome com adesão total. Até agora ninguém discutiu cargo, ninguém discutiu colocação, queremos um Parlamento forte que atue em prol do cidadão”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.