O prefeito Rogério (Republicanos) publicou um vídeo nas redes sociais após receber críticas do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, sobre falas feitas a servidores quanto ao pagamento de salário. Rogério nomeou como “distorções” as considerações sobre as declarações alvo dos ataques. “Eu explicava a eles da minha responsabilidade com os recursos públicos e com o compromisso de pagar salários em dia”, disse.

No vídeo, Rogério aponta que a distorção teria dado a entender que ele mencionava o pagamento em dias “como um favor”. “Mas não é o salário, é o mínimo que qualquer gestor tem que fazer”, defendeu.

O prefeito pontuou que durante sua gestão foram garantidas três Datas Base, piso do magistério e a volta do pagamento do quinquênio. “Implementei o auxílio locomoção para os professores temporários e para os servidores administrativos da educação”.

Veja o vídeo na íntegra:

Rogério comentou ainda sobre a atualização dos planos de carreira do servidores operacionais da Prefeitura de Goiânia como Guardas Civis Metropolitanos, auditores fiscais e procuradores. “Concedemos outros benefícios aos agentes de trânsito, aos profissionais da saúde e para secretários escolares e diretores. Foram ações reais, efetivas, que foram negligenciadas por partidos desses mesmos, que hoje buscam ganhos eleitoreiro.

Crítica

A fala do prefeito que provocou a reação de Mendanha, que busca conseguir autorização para se candidatar à prefeitura de Goiânia, foi dita a dois servidores municipais. Veja abaixo:

“Têm capitais no Brasil que até hoje não pagaram o salário dos servidores, Goiânia já pagou. Então vocês devem levantar as mãos pro alto, porque nós estamos pelo menos pagando o salário de vocês (…) Então, se você não quer entender, filho, se você acha que não é favor, então me desculpe”

Já Mendanha, também pelas redes sociais, disse ter escutado a frase e cutucou: “Por favor, prefeito, faça isso não […]. Tem base? Faz isso não, Rogerão! Ajuda, amigo!”

Leia também:

Mendanha abre fogo contra Rogério

Base aliada de Rogério se reúne no Paço para discutir aporte na Comurg, Código de Postura e reta final do ano Legislativo