O Parque Nacional de Jericoacoara, um dos mais famosos cartões-postais do Brasil, foi concedido à iniciativa privada através de um leilão realizado no dia 26 de janeiro, por R$ 61 milhões. O edital para a concessão havia sido divulgado no ano passado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Algumas mudanças estão previstas, sendo que todas elas afetam diretamente os turistas que escolherem viajar para o destino, principalmente porque passam a ser duas taxas de entrada.

Fotos: Portal Jericoacoara / Pablo J. Villar

Atualmente o turista que escolhe Jericoacoara como destino precisa pagar a Taxa de Turismo Sustentável à Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, por 10 dias de permanência, que custa R$ 41,50 por pessoa. Segundo a previsão do edital, o local irá cobrar uma nova taxa de entrada dos visitantes. O contrato estabelece o valor máximo que poderá ser cobrado por visitante ao dia, esse valor pode variar de R$ 50 no primeiro ano até R$ 120 a partir do quinto ano de concessão. Ou seja, duas cobranças.

Fotos: Portal Jericoacoara / Pablo J. Villar

O valor será cobrado apenas dos visitantes do parque, não terão de pagar o ingresso moradores, frequentadores e trabalhadores da região, crianças até seis anos, estudantes e professores para atividades de educação ambiental, pesquisadores, servidores e agentes de segurança pública no exercício de suas funções, guias de turismo nem condutores de visitantes cadastrados. Pessoas cadastradas no CadÚnico também estão isentas da cobrança, e têm direito aos ingressos, que dão direito à entrada no Parque, incluindo acesso às trilhas.

Fotos: Portal Jericoacoara / Pablo J. Villar

A concessionária promete que ainda realizará construções e reformas para que o novo Parque tenha estacionamentos, restaurantes e até internet wi-fi grátis. Também serão construídas paradas e postos que funcionarão como bilheteria para arrecadar o valor da nova taxa. Também está prevista a instalação de espaços para comercialização de produtos temáticos do local, como venda e exposição de artesanato local, souvenirs, entre outros.

Fotos: Portal Jericoacoara / Pablo J. Villar

O Parque Nacional de Jericoacoara fica localizado no litoral oeste do Estado do Ceará e conta com ecossistemas marinho-costeiros com mangues, restingas e dunas, de alta importância ecológica. Com praias favoráveis para a prática de kitesurf e windsurf, dunas, mangues, piscinas naturais, lagoas e até a contemplação de monumentos naturais como a Pedra Furada. Em 2022, o parque recebeu mais de 1,5 milhão de pessoas, tendo sido terceiro mais visitado do país no período.

O Grupo Cataratas, que compõe o Consórcio Dunas, já cuida de vários destinos turísticos do Brasil, entre eles as Cataratas do Iguaçu, o AquaRio e a EcoNoronha. Agora a empresa vai administrar também o Parque Nacional de Jericoacoara.

Leia também:

Secretário de Goiás vai a Brasília em articulação com Congresso para manter incentivos ao turismo

Rio Quente está entre as cidades brasileiras que têm mais domicílios do que habitantes

Governo de Goiás abre inscrições para curso técnico em Guia de Turismo