Apontado para presidir o PSDB, José Eliton defende criação da ampla frente de oposição em Goiás

O ex-governador de Goiás afirmou que em até 15 dias deve anunciar a sua decisão de assumir a presidência estadual do partido

O ex-governador de Goiás, José Eliton (PSDB) afirmou em entrevista ao Jornal Opção que em até 15 dias deve anunciar a sua decisão de assumir a presidência estadual do partido. O convite foi feito pela cúpula da sigla durante reunião realizada no dia 01 de fevereiro.

“Fiquei muito honrado com o convite que foi feito com unanimidade dos presentes na reunião. Eu não decidi ainda tão só por questão de foro íntimo, mas porque eu advogo. Tenho muitos clientes que me constituíram e naturalmente eu tenho que dar satisfação porque tenho compromissos profissionais. Não é simplesmente aceitar. A advocacia exige também a dedicação quase que integral e tenho as demandas que estão em curso sobe a condução do nosso escritório”, pontuou o ex-governador.

José Eliton destacou que esse é o momento de discussão e amadurecimento sobre as questões internas do partido e que ainda há tempo para definir sobre o próximo presidente. “O mandato do Jânio Darrot [atual presidente] se encerra somente em abril. Mas devo anunciar em breve minha decisão. Caso eu não tenha condição de assumir em função das minhas obrigações profissionais o próprio partido tem que se preparar para buscar outro nome. Se eu for assumir, será muita honra essa missão partidária”.

Independente de aceitar a função, o ex-governador falou sobre o seu compromisso e os possíveis rumos que o PSDB deve seguir. “Penso que o partido deve se fixar como principal partido de oposição no âmbito do estado de Goiás e no âmbito nacional. Temos que colocar nossa posição em relação ao antagonismo aos atuais projetos desenvolvidos, que ao meu ver são muito similares do ponto de vista ideológico”.

Ainda sobre a conjuntura política do país, Eliton criticou o posicionamento dos atuais líderes políticos. “Infelizmente no Brasil de hoje o debate se tornou muito raso. Muitas vezes, sai do campo das ideias e parte para os ataques pessoais e isso ao meu ver empobrece a política. Nós vamos ter momentos de discussão interna com outros partidos com visões similares, e criar uma frente ampla de oposição ao atual modelo de gestão do governo estado e do governo federal, e buscar alternativas de projetos para 2022”.

Segundo o ex-governador, o PSDB possui personalidades para disputar as eleições de 2022 que “demonstra a grandeza do partido”. Para o ele, atual presidente do partido, Jânio Darrot, é candidato natural ao Governo de Goiás. “Jânio tem ligações ideológicas com o partido, fez um belo trabalho nesses dois anos na presidência. É um homem equilibrado nas posições políticas, então vejo que ele tem condições, caso queira, para ser o candidato do PSDB ao governo do estado”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.