Apoio de Marconi pode riscar Patriota da composição eleitoral de Gustavo Mendanha

Jorcelino Braga adiantou ao jornal Opção que as conversas com o prefeito aparecidense acontecem a nível partidário, porém, as composições de Mendanha são feitas pelo governadoriável

O apoio do Patriota ao projeto eleitoral de Gustavo Mendanha (sem partido) pode estar por um fio. A aproximação do prefeito de Aparecida de Goiânia com o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) pode ser um empecilho para a composição com a legenda dirigida por Jorcelino Braga. Isso porque há uma “rusga” entre o tucano e o patriota surgida durante o processo eleitoral de que elegeu o ex-governador Alcides Rodrigues (Patriota) e Marconi, respectivamente, para os cargos de governador e senador nas eleições de 2006. O Patriota, inclusive, começou a ser considerado um partido para a filiação de Mendanha após o fortalecimento do deputado estadual Vítor Hugo (União Brasil) como candidato do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao Governo de Goiás.

“O Gustavo sabe o que o Patriota pensa [sobre uma eventual composição com o ex-governador Marconi Perillo]”, diz Jorcelino Braga. “O Patriota vai ouvir antes quem estará na chapa majoritária para a sua tomada de decisão”, acrescenta o patriota, que não quis adiantar quais seriam as exigências da sigla para a tomada de decisão em favor de Mendanha. Ao Jornal Opção, Braga disse também que as conversas até agora são, exclusivamente, entre o partido e o prefeito e pré-candidato a governador. Mendanha, no entanto, tem conversas independentes na tentativa de construir a candidatura.  

Embora aposte em plurais conversas para tentar se viabilizar como postulante ao governo do Estado, o que for decidido entre Mendanha e cúpula dele, bem como qualquer outro assunto relacionado às eleições, serão submetidos aos componentes do Patriota. São eles quem decidirão sobre a participação ou não na chapa do prefeito, mas, segundo Braga, “é um tipo de decisão em que é tudo conversado antes”.

Marconi e Mendanha não responderam às nossas perguntas até o fechamento desta matéria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.