Aparecida de Goiânia inaugura nova Cidade Administrativa

Edifício no setor Residencial Solar Central Park vai abrigar o gabinete do prefeito e do vice-prefeito, 11 secretarias e um Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)

Foto: Divulgação

A nova Cidade Administrativa de Aparecida de Goiânia foi inaugurada oficialmente nesta segunda-feira, 7, na Avenida Gervásio Pinheiro, no setor Residencial Solar Central Park. O edifício será o novo endereço do gabinete do prefeito Gustavo Mendanha, do vice-prefeito Veter Martins e de 11 secretarias. “Esse prédio moderno, confortável e inteligente vai ao encontro da qualidade do serviço público que nós procuramos prestar à população”, afirma Mendanha.

A mudança possibilita a economia da prefeitura com os aluguéis dos imóveis onde funcionam as secretarias. É uma medida prevista desde 2017, quando o prefeito Gustavo Mendanha assinou, em julho daquele ano, a ordem de serviço para execução das obras da Cidade Administrativa. “Um serviço de excelência, com profissionais qualificados e, agora, num edifício dotado de sistemas sofisticados, que colaboram para a economia e garantem o funcionamento sustentável de suas instalações”, destaca o prefeito.

Energia fotovoltaica

Um desses sistemas inteligentes capta energia fotovoltaica (dos raios solares) e gera energia elétrica para o prédio, diminuindo, assim, a demanda e a conta do consumo feito diretamente da rede da concessionária de energia elétrica. O novo prédio da Prefeitura de Aparecida tem seis pavimentos, integrados num edifício de 8 mil m². A estrutura fica no centro de uma área de 40.582,40 m², onde há um estacionamento com 807 vagas e uma praça para o lazer e convivência.

A construção do edifício foi custeada com verbas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) num aporte de R$ 19,3 milhões liberado dentro do Programa de Modernização da Administração Tributária e Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT) e do Tesouro Municipal (R$ 3,3 milhões).

Aparecida de Goiânia foi um dos primeiros municípios a aderir ao PMAT. No contrato assinado com o BNDES, de valor total de R$ 40 milhões, as verbas do PMAT foram destinadas também a outras benfeitorias, como reforma de seis secretarias, aquisição de veículos para fiscalização de obras, Capacitação de servidores, implantação do ponto biométrico, vigilância eletrônica de prédios Públicos e modernização da infraestrutura da Tecnologia da Informação (TI).

Esse último investimento, em especial, tem viabilizado a digitalização de 15 milhões de documentos do acervo da Prefeitura. Aliada à centralização das secretarias no novo prédio, essa providência, segundo o prefeito Gustavo Mendanha, levará à economia de combustível, porque os Carros da administração não terão mais que fazer viagens só para levar e buscar documentos oficiais.

O contrato da Prefeitura com o BNDES para construir a Cidade Administrativa de Aparecida foi assinado em 2016, na gestão do ex-prefeito Maguito Vilela. A obra foi iniciada em 2017, pelo prefeito Gustavo Mendanha. “Aparecida de Goiânia é uma cidade que cresce e se desenvolve a cada dia e havia a necessidade de ter um espaço mais moderno e que acompanhasse essa evolução. O ex-prefeito Maguito deu início ao processo de construção do novo prédio e no início da minha gestão comecei a obra que estamos entregando à população”, comenta Gustavo.

Também fazem parte da Cidade Administrativa, que abriga agora o novo prédio e a praça de lazer, o data center e a nova Central de Videomonitoramento, as secretarias da Fazenda,  Administração e Recursos Humanos, Ciência e Tecnologia, Infraestrutura e a secretaria executiva de Cultura e Turismo.

Atendimento unificado

Dentro da nova Cidade Administrativa funcionará também, no andar térreo, uma unidade do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC). A agência da Prefeitura está equipada com 22 guichês, que realizarão atendimentos simultâneos, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30, sem intervalo para almoço. Para conforto do contribuinte, a sala possui grandes televisores controladores de senhas e ambiente climatizado com eficiente sistema de ar-condicionado.

Superintendente de Receitas Tributárias, Ana Paula Vilela adianta que esse novo ponto de atendimento, além de oferecer os serviços realizados no SAC do Centro, vai agregar serviços das secretarias de Planejamento e Regulação Urbana, e de Meio Ambiente e Sustentabilidade. “Essa novidade vai proporcionar mais comodidade para o cidadão, que não terá mais que se deslocar entre vários locais para resolver suas demandas com a Prefeitura”, salienta Ana Paula.

Lazer e convivência

A Cidade Administrativa de Aparecida é também um local convidativo para o lazer. Na praça de convivência construída em frente ao prédio, a população pode aproveitar a academia aberta e o amplo espaço para fazer esportes ao ar livre, piqueniques ou passeios com as crianças e animais de estimação. E em consonância com o projeto Cidade Inteligente, que busca, entre outras medidas, prover os moradores com facilidades do universo digital, a praça possui uma árvore fotovoltaica. Esse mecanismo tem tomadas USB que recarregam smartphones e computadores portáteis.

Além do belo paisagismo, a praça tem ainda duas fontes, que ajudam a embelezar ainda mais esse novo cartão postal de Aparecida. Quem gosta de andar de skate e patins pode aproveitar os 12 mil m² de piso de concreto polido do local, que é ideal para essa prática esportiva. Os adeptos da caminhada e do pedal também estarão servidos na pista de caminhada e na ciclovia à disposição na praça. Em breve, com a futura instalação de três quiosques, a praça poderá se tornar um polo gastronômico a céu aberto, já que haverá espaço também para o estacionamento e funcionamento de food trucks.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.