Aos 83 anos, morre em Porto Alegre a escritora Lya Luft

Respeitada como acadêmica e tradutora, ela morreu em casa, após ficar internada tratando um melanoma, descoberto há 7 meses

Lya Luft tinha 83 anos | Foto: Reprodução

Considerada uma das principais escritoras e tradutoras do País, a gaúcha Lya Luft, de 83 anos, morreu em sua casa, na madrugada desta quinta-feira, 30. 

Com várias obras reconhecidas pela crítica, Lya era colunista das principais publicações  e também patronesse da Feira do Livro de Porto Alegre. Também foi professora universitária.

A escritora estava há 7 meses lutando contra um melanoma (câncer de pele), descoberto já com metástase. Estava internada, mas pediu para ir para casa antes do Natal. De acordo com uma filha, Lya Luft morreu enquanto dormia.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.