Anápolis deve endurecer protocolo de combate à Covid-19 nesta quinta-feira

Prefeito Roberto Naves se disse preocupado com questões socioeconômicas trazidas pelo fim do auxílio emergencial

“As dificuldades que vamos enfrentar nesta segunda onda serão muito maiores do que foram até agora”, afirmou Roberto Naves | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Em live realizada nas redes sociais do governador Ronaldo Caiado (DEM), o prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), afirmou que na próxima quinta-feira, 28, irá atualizar a matriz de risco com protocolos a serem seguidos pelo município para combate da pandemia de Covid-19. O prefeito ressaltou, entretanto, que leva em consideração fatores socioeconômicos suscitados pelo fim do auxílio emergencial.

O gestor justifica a medida, que deve restringir horário de funcionamento de bares, restaurantes e do setor de eventos, com o aumento na taxa de ocupação de leitos hospitalares. Atualmente, em Anápolis, a proporção de leitos ocupados nas enfermarias está em 30% de sua capacidade total e a porção de leitos de UTI ocupados é de 38%. 

Roberto Naves lembra que, com o fim do auxílio emergencial, os empresários estão passando por momentos difíceis. “As dificuldades que vamos enfrentar nesta segunda onda serão muito maiores do que foram até agora. Temos convicção de que a paciência da população está mais curta, de que não há auxílio emergencial. Temos de calcular todas as variáveis; não podemos simplesmente suspender atividades sem que haja prazo para que os profissionais desta área possam se planejar”, afirmou o prefeito.

A matriz de risco da cidade foi atualizada pela última vez no dia 06 de agosto de 2020, quando Anápolis declarou grau leve de risco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.