Alison Maia nega candidatura à Prefeitura de Caldas Novas e elogia gestão de Magal

Repórter do blog Plantão Policial rebate especulações de que será candidato: “Não sei se quero abrir mão do meu trabalho”

alison-facebook-ok2

Repórter Alison Maia: prioridade é o blog Plantão Policial | Foto: reprodução / Facebook

Considerado um dos mais importantes repórteres policiais do Brasil, o militar Alison Maia esclareceu rumores sobre uma possível candidatura à Prefeitura de Caldas Novas no ano que vem.

Em entrevista ao Jornal Opção Online, ele garante que o assunto não está em sua lista de prioridades. “São especulações, pessoas que se movimentam nos bastidores para ‘ver se cola'”, sustenta ele.

Para Alison, sua posição como jornalista e a proximidade com a população da cidade acabaram fazendo com que alguns líderes políticos ventilassem seu nome: “Mas, não há manifesto de interesse da minha parte. Não sei se quero abrir mão da minha profissão”.

 

Um dos que tem defendido a candidatura do repórter é o também militar José Clemente Prates, o controverso Zé Prates, entusiasta do Partido Militar Brasileiro — que nem sequer tem registro ainda. Sobre a relação com ele, Alison é categório: “Não somos amigos, não tenho relação pessoal com ele”. E segue: “Zé Prates é simpatizante do meu trabalho, como tantos outros. Reafirmo que não assinei procuração nenhuma para ele — nem ninguém — falar por mim”.

No que diz respeito à gestão do atual prefeito, Evandro Magal (PP), Alison Maia conta que expõe os problemas da cidade de maneira imparcial e reconhece que muitos deles, como segurança e saúde, não são exclusivos da Cidade das Águas Quentes. “Nas últimas semanas, a divulgação que tenho feito no meu site é justamente positiva. Muitas coisas melhoraram bastante e eu tenho confiança de que vão continuar melhorando. Espero que sim”, assegura.

Magal é provável candidato à reeleição e o repórter entende que, caso tenha interesse em ser concorrer à prefeitura, teria que enfrentá-lo. “Quem disse que preciso ser oposição? Pode ser que amanhã eu esteja ao lado da situação. É muito cedo para falar sobre isso”, rebate.

Uma das polêmicas envolvendo a suposta candidatura do autor do Plantão Policial diz respeito a sua esposa, Ivete Medeiros. Alison estaria “evidenciando” problemas de Caldas Novas para “afugentar” turistas da cidade e levá-los para Rio Quente (cidade vizinha, na qual a mulher tem uma rede de hoteis). “É uma absurdo uma acusação como essa. Somos casados com separação total de bens e eu tenho compromisso com a sociedade. Jamais faria isso, somos religiosos, da Igreja Adventista”, lamenta ele.

Questionado sobre filiação partidária, ele nega que tenha recebido propostas. “Não sou e, na condição de policial militar, nem posso estar filiado a algum partido”, esclarece. “Tudo que tem sido divulgado é apenas especulação, pessoas tentando fazer acontecer uma coisa que não existe”, arremata Alison.

Deixe um comentário