AGU decide recorrer ao STJ para liberar divulgação de resultados do Sisu

Pedido aconteceu em reunião com MEC e Inep nesta segunda-feira, 27

Ministro Weintraub | Foto: Reprodução

A Advocacia-Geral da União (AGU) pediu dados e notas técnicas complementares para embasar o pedido de reforma da decisão judicial que suspende a divulgação dos resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O pedido aconteceu em reunião com integrantes do Ministério da Educação (MECC) e do Inep, na manhã desta segunda-feira, 27.

A classificação no Sisu dos candidatos que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2019 deveria ser divulgada terça-feira, 28, mas foi suspensa por decisão da Justiça de São Paulo.

A AGU chegou a recorrer ao Tribunal Regional Federal para tentar derrubar a decisão, mas a corte manteve a suspensão. A desembargadora afirmou que a situação é grave e justifica a suspensão do Sisu porque geram expectativas dos candidatos, “tornando particularmente difícil que um erro a esse respeito seja reparado”.

A AGU deve agora recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas, para tentar evitar nova derrota, pediu ao MEC e ao Inep que forneçam mais detalhes sobre os procedimentos adotados para identificar e corrigir a falha na correção do Enem deste ano.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.