Aécio diz que prisão de Vaccari é “o mais triste retrato do PT”

Presidente do PSDB lamentou atual situação do País e voltou a dizer que o atual governo “abdicou um projeto de País para se manter no poder”

Aécio Neves lamentou atual situação do Brasil após prisão de Vaccari | Foto: Edilson Rodrigues / Agência Senado

Aécio Neves lamentou atual situação do Brasil após prisão de Vaccari | Foto: Edilson Rodrigues / Agência Senado

O senador Aécio Neves (PSDB) se manifestou na tarde desta quarta-feira (15/4) sobre a prisão do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Para o tucano, esta é uma cena inédita na história do Brasil, que representa o “mais triste retrato de um partido político” que abandonou um projeto de País para “se manter no poder”.

Em entrevista coletiva, o candidato derrotado nas eleições de 2014 destacou o fato de Vaccari ser “o responsável pelas finanças do partido que governa o Brasil”, sob sucessivas acusações “extremamente graves”.

Aécio, que na última terça-feira (14) pediu um estudo jurídico da viabilidade de um impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), acusou, ainda, o Partido dos Trabalhadores de cometer crimes para permanecer no poder a “qualquer custo”.

Veja o vídeo:

“O Brasil passa a ser protagonista de uma cena inédita na nossa história: o tesoureiro, o responsável pelas finanças do partido que governa o Brasil está preso, com sucessivas acusações extremamente graves. Este é o mais triste retrato de um partido político que abdicou de um projeto de país e, para se manter a qualquer custo no poder, cometeu crimes sucessivos como esses”. – Aécio Neves sobre a prisão do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, pela Polícia Federal, em nova etapa das investigações sobre a corrupção na Petrobras.

Posted by Aécio Neves on Quarta, 15 de abril de 2015

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.