Advogado de Lula critica Moro e diz que Lava Jato atua para “cercear defesa”

Advogado Cristiano Zanin Martins (dir.) fala no julgamento de recursos da Lava Jato na 8ª Turma do TRF4 – Foto: Sylvio Sirangelo/TRF4

Cristiano Zanin usou 15 minutos de pronunciamento durante julgamento de recurso no  Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre

O advogado Cristiano Zanin Martins, defensor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez duras crítica ao Juíz Sérgio Moro e à Lava Jato. Martins teve 15 minutos de fala na manhã desta quarta-feira (24/1) no julgamento do recurso de Lula no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre.

Segundo o advogado, a “defesa não teve oportunidade de produzir provas”. De acordo com ele, a “Lava Jato atua para cercear a defesa” e Moro, ao proferir a sentença, “construiu uma acusação própria”.

Ele também ressaltou o argumento de que a condenação, proferida pelo juíz Sérgio Moro, não tem correlação com a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) e disse que o processo é nulo.

“O juiz de primeiro grau construiu uma acusação própria. Ele deixou de lado a denúncia. O que se vê na sentença é uma completa distorção”, defendeu.

O advogado também criticou o conceito de tipicidade do crime de corrupção passiva. “O crime de corrupção passiva se tipifica quando o funcionário público recebe uma vantagem indevida. Então é preciso estabelecer o nexo. Aqui na sentença, o juiz diz que houve atos de ofício indeterminados. Significa reconhecer que não há atos de ofícios nesse processo. Crimes não pode ser fluidos.”

Lula foi condenado 9 anos e 6 meses de prisão no caso do tríplex do Guarujá, que foi aplicada pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, em Curitiba (PR).

A fala da defesa conclui a etapa de sustentações e em seguida o desembargador relator Gebran Neto pronunciará seu o voto.

Assista ao julgamento ao vivo:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.