Adolescente morta por vizinho será lembrada em duas missas de sétimo dia

Cerimônias serão realizadas no Jardim América, na capital, e em Pires do Rio, onde ela foi criada. Tamires tinha apenas 14 anos

A adolescente Tamires de Oliveira, assassinada por um vizinho de 13 anos na semana passada, será lembrada em duas missas de sétimo dia nesta terça-feira (29/8), em Goiânia e em Pires do Rio, onde ela foi criada. O crime, cometido na última quarta-feira (23), chocou Goiânia e o Brasil.

Em Goiânia, a cerimônia será realizada na Paróquia Sagrado Estigmas do Nosso Senhor Jesus Cristo e de Santo Expedito, no Jardim América, a partir das 19h30. A garota fazia crisma e tinha aulas de violão na igreja. Já em Pires do Rio, onde ela foi sepultada, a missa será na Igreja Matriz, a partir das 19 horas.

O crime ocorreu no prédio onde moravam a adolescente e o rapaz que a matou. Eles estudavam juntos e estavam indo para a escola quando ela foi morta. A garota encontrou o rapaz no elevador e foi arrastada pelo adolescente para a escada de incêndio.

Em depoimento ao delegado, o menino disse que sua intenção era matá-la com um golpe na cabeça, mas, como ela resistiu, resolveu esfaqueá-la. Logo após o homicídio, ele foi até a escola onde eles estudavam, procurou um coordenador e relatou o que havia ocorrido. Uma equipe do colégio acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foi ao prédio com o rapaz, onde eles encontraram a garota, já morta, ainda na escadaria.

Além de confessar o crime ao delegado, ele ainda disse que tinha intenção de matar outras duas meninas da escola. Ele está em um centro de internação desde domingo (27), onde pode ficar por no máximo três anos, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.