“Acompanho com cautela”, diz Keithe Amorim sobre possibilidade de assumir cadeira na Alego

“Fizemos uma campanha muito correta, tivemos as contas aprovadas sem ressalvas, isso nos orgulha”, afirma a policial que foi candidata pelo PSL

Keithe Amorim | Foto: Reprodução

A policial civil Keithe Amorim (PSL) disse ao Jornal Opção que acompanha o desenrolar do imbróglio envolvendo a cassação de mandato do deputado estadual Vinícius Cirqueira (Pros) com cautela. “Sabemos que a justiça é muito morosa, já se passaram dois anos, mas confesso que fui surpreendida com essa possibilidade”, afirmou.

Caso a justiça eleitoral anule os votos de Vinícius para a chapa, Keithe, que teve 14.991 votos pelo PSL, é quem assume a cadeira. No entanto, se os votos não forem anulados, mas a cassação seja confirmada, a vaga vai para Sérgio Bravo (Pros).

“Fizemos uma campanha muito correta, tivemos as contas aprovadas sem ressalvas, isso nos orgulha. Até porque foi uma campanha praticamente bancada por doações dos policiais civis”, contou a policial, ao revelar que a classe ficou em polvorosa com a notícia.

Por fim, Keithe Amorim garante que mantém os pés no chão para não se decepcionar. “Não estou criando muitas expectativas, vamos aguardar. Mas confesso que a ideia de mais uma mulher na Assembleia me agrada. É o que queremos né, a ampliação da participação feminina na política”, encerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.