Abusos devem ser investigados por Juizado específico

Proposta foi apresentada pela deputada Delegada Adriana Accorsi durante reunião da CPI que apura denúncias do tipo crimes em Goiás

Adriana Accorsi em reunião da CPI que investiga casos de abusos contra menores | Carlos Costa/Assembleia

Adriana Accorsi em reunião da CPI que investiga casos de abusos contra menores | Carlos Costa/Assembleia

A vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Violação de Direitos de Criança e Adolescente, a deputada Delegada Adriana Accorsi (PT), sugeriu nesta quarta-feira (11) a criação de Juizado voltado a elucidação de crimes contra crianças e adolescentes, além da instalação de salas físicas separadas para atendimento diferenciado.

“Elogio a atuação desta CPI, principalmente a realização destas audiências públicas regionais, pois contribuem muito na coleta de dados para a realização e andamento das investigações”, declarou a parlamentar, durante a 18ª reunião da CPI, no Auditório Solon Amaral da Assembleia Legislativa de Goiás.

A deputada ainda ressaltou que o relatório final deve ter resultados efetivos para a população goiana que proporcionem em impacto verdadeiro, principalmente em estrutura, conscientização e sensibilização das autoridades no combate a esses tipos de crimes contra o público infanto-juvenil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.