13 vereadores de Goiânia mudaram de partido. Veja a dança das cadeiras

Confira a nova configuração político-partidária da Câmara Municipal

Foto: Marcelo do Vale

Foto: Marcelo do Vale

Fechada no último dia 2, a janela partidária que permitiu a parlamentares trocarem de partido sem a perda de mandato gerou mudanças consideráveis no quadro da Câmara Municipal de Goiânia.

Agora, 13 vereadores estão em novas casas e, em alguns casos, a mudança aponta para novas predileções políticas dentro da Casa de leis.

O PMDB foi a sigla com maior baixa. Conforme noticiado pelo Jornal Opção, o partido perdeu mais da metade da bancada de vereadores, após anunciada a ruptura com a base aliada liderada pelo Partido dos Trabalhadores.

Izídio Alves e Denício Trindade foram para o Solidariedade, enquanto Mizair Lemes Jr. e o até então vereador licenciado Paulo Borges anunciaram o PR como nova casa. Eudes Vigor foi para o PSDB, deixando também o PMDB, que ficou apenas com três vereadores: Wellington Peixoto, Clécia Valadão e Clécio Alves.

Também mudaram de partido os vereadores: Antônio Uchôa saiu do PSL para o PMN; Fábio Caixeta deixou o PMN e se filiou ao PSD; Fábio Lima trocou o PRTB pelo PSB; Jorge do Hugo saiu do PSL para o PR; Paulo Magalhães deixou o SDD e foi para o PSD; Zander trocou o PSL pelo DEM.

Os vereadores que estavam sem partido, Cida Garcêz e Milton Mercêz, filiaram-se respectivamente ao PMN e PRP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.