PF faz operação em Palmas e prende médico por fraude ao SUS

O médico Plinio Medeiros Filho foi detido em Palmas nesta quinta-feira, 18, pela Polícia Federal, em cumprimento a um mandado de prisão temporária da resultante da Operação Sermão aos Peixes, encabeçada PF do Maranhão. Ele é suspeito de integrar um esquema que desviou 36 milhões do SUS em vários estados. Mandados também estão sendo cumpridos em São Luís (MA), Imperatriz (MA), Parauapebas (PA), Palmas (TO), Brasília (DF) e Goiânia (GO).

O médico Plinio Medeiros está na sede da PF em Palmas prestando depoimento e além disso, foi determinado o bloqueio judicial e sequestro de bens da conta dos envolvidos em um valor que supera a cifra de R$ 15 milhões.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.