O candidato do “canetaço”

Senador Vicentinho Alves conclama cidadãos a ato de desobediência e deixar de pagar taxas do Detran até que ele assuma o governo

Na reta final da campanha eleitoral, cuja eleição é neste domingo, 24, surgiram todos os tipos de promessas em busca dos votos. O senador Vicentinho Alves (PR), no último comício em Araguaína, “garantiu” que vai acabar com as “cobranças abusivas” do órgão: “Não paguem nada para o Detran até eu assumir”, disse o senador.

Se o discurso é populismo ou crime contra a ordem tributária, por incentivar a inadimplência e frustrar receitas, é caso para ampla discussão. Contudo, o candidato falou em acabar com o que chamou de “terceirização” do departamento. Entre as taxas que considera abusivas, o republicano citou valores para emissão e renovação de carteiras, e para administrar os pátios de veículo apreendidos no Estado. “Vocês não devem nada para a corrupção. Depois, o Detran irá regularizar os veículos cobrando taxas justas e respeitando o cidadão e a cidadã”, disse ao pedir que eleitores deixem de pagar o órgão até que assuma.

Vicentinho Alves pediu para que os eleitores presentes no comício se empenhem, convencendo os indecisos. “Não podemos nos omitir na hora de definir o destino do Estado. Vamos unir as nossas forças, pensar nas pessoas que precisam de apoio. Agora está bem claro quem está correndo da Polícia Federal e quem foi homenageado pela PF”, cutucou o candidato republicano. Ele ainda apresentou, durante sua passagem por A­ra­guaína, as certidões do Supremo Tribunal Federal (STF) e Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), além dos sete destaques que votou a favor da Lei da Ficha Limpa, entregando os documentos a alguns presentes, segundo seu entendimento, “prova de 30 anos de vida pública sem manchas”.

Deixe um comentário