No Instagram, deputado Vicentinho Júnior ironiza críticos de Bolsonaro

Postagem do parlamentar faz alusão à compra de vacinas pelo governo como um trunfo do presidente em relação a seus opositores

Vicentinho tem postado fotos com o presidente Bolsonaro | Foto: Reprodução

Neste sábado, 29, o deputado federal pelo Tocantins Vicentinho Júnior (PL) fez um post em seu Instagram com ironia as críticas feitas ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e sua contrariedade às vacinas. Vicentino usou uma imagem do chefe do Palácio do Planalto com uma frase escrita: “Falou que sou contra vacina, mas só usou porque eu comprei”. Na legenda, o parlamentar ainda escreveu: “Pura verdade!”.

A publicação gerou repercussão, alguns responderam que o deputado federal estava equivocado e que o presidente não se empenhou para comprar os imunizantes de uma forma em que a aquisição das vacinas pudesse ter evitado o número elevado de mortes que o País apresenta.

Outros comentários lembraram que o presidente chegou até a colocar a eficácia de algumas das vacinas em xeque e que ele já declarou em diversas ocasiões que não é a favor da vacinação nas crianças.

Apoio

Se recebeu inúmeras críticas, o parlamentar tocantinense também teve apoio, com comentários concordando com sua posição e com afirmações que se não fosse pela atuação do presidente as vacinas não teriam sido compradas.

Depois de dois anos sem partido, Bolsonaro afirmou em novembro de 2021 que o PL seria seu destino para disputa da presidência em 2022, após ter rachado com o PSL e não ter conseguido fundar sua própria legenda. As aparições do presidente nas redes sociais de Vicentinho tem sido comuns nos últimos dias.

Na sexta-feira, 28, o deputado publicou um vídeo ao lado do presidente e fez um convite ao chefe de Estado para que ele comparecesse a Porto Nacional no dia 4 de fevereiro, para o lançamento do projeto DNA do Brasil. O presidente não confirmou se irá ao evento, mas agradeceu o convite.

Contrário

Apesar da aparente lua de mel com o presidente da República, o deputado federal Vicentinho Júnior já foi contra uma das principais pautas da gestão de Bolsonaro. Em agosto do ano passado, Vicentinho foi um dos quatro deputados do Tocantins que votaram contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que propunha o voto impresso em eleições, plebiscitos e referendos.

Ao lado de Célio Moura (PT), Dulce Miranda (MDB) e da Professora Dorinha (DEM), o parlamentar do PL fez parte do grupo que votou “não” e a matéria acabou não tendo os votos necessários para passar, o que levou ao seu arquivamento. Na época o parlamentar alegou que o sistema eleitoral era seguro e o ajudou a ser eleito representante do Tocantins no parlamento por duas vezes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.