Governo do Tocantins anuncia existência de UTIs exclusivas, após primeiro óbito por Covid-19

Secretaria Estadual de Saúde informa que o Hospital Geral de Palmas (HGP) possui 450 leitos no total, estando no momento com 251 ocupados

Leitos do Hospital Geral de Palmas | Foto: Mylena Ribeiro

A servidora pública municipal, Francisca Romana Sousa Chaves, 47 anos, foi a primeira vítima fatal decorrente de infecção causada pelo coronavírus (Covid-19) no Estado do Tocantins. O óbito ocorreu na terça-feira, 14, em um hospital particular de Palmas. Romana foi internada no último dia 18 de março, o segundo caso diagnosticado no Estado. Ela era minuciosamente monitorada, em razão da existência de doença pré-existente, a hipertensão.

Coincidentemente, o Estado do Tocantins divulgou, no dia subsequente, nota que vem seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, mantendo planos de ações que visam impedir a disseminação da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que o Hospital Geral de Palmas (HGP) possui 450 leitos no total, estando no momento com 251, ou seja, apenas 56% dos leitos ocupados, e 16 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) adaptados para pacientes com quadros mais graves de Covid-19, todos com respirador. Além disso, conta com 20 leitos clínicos; 02 leitos de isolamento na sala de estabilização, com respirador. Já o Hospital Regional de Araguaína (HRA) tem 10 leitos de UTI adaptados, todos com respirador, e seis leitos clínicos.

No total, são 131 leitos de UTI na rede Estadual e outros 157 complementares e privados, totalizando 288 leitos de UTI à disposição do Estado para atendimento de pacientes com quadros moderados a graves, conforme explicou o secretário de Estado da Saúde, Dr. Edgar Tollini.  “A recomendação do Ministério da Saúde, considerando de forma proporcional da população, é que o Tocantins disponha de pelo menos 200 leitos de UTI para atendimento da demanda”.

Segundo informações da Pasta, os pacientes atendidos em quaisquer unidades da rede pública ou privada do Tocantins, que necessite de atendimento especializado, tem o HGP como unidade de referência na região centro-sul e o HRA na região macro-norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.