Deputada Dorinha quer mais qualificação para professores das universidades federais do Norte

REUNIAO-DORINHA-DEPUTADA-TO

Deputada Professora Dorinha em reunião com o ministro da Educação, Mendonça Filho, e reitores

A deputada Professora Dorinha (DEM) intermediou na quarta-feira, 5, uma reunião de reitores das Universidades Federais da Região Norte com o ministro da Educação, Mendonça Filho, para tratar da formação de uma rede de qualificação dos professores das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes). A Região Norte possui 10 universidades federais contando com 61 campi tendo apresentado em menos de 10 anos um crescimento de 37 campi.

Atualmente, 52% dos docentes são doutores ou pós-doutores, 37,5% mestres, 7,5% são especialistas e os demais graduados.

As universidades federais buscam programas e ações integradas que visam aumentar o número de docentes com qualificação e, para isso, demandam ações integradas do MEC e outras entidades como Capes, CNPq. Os reitores querem implantar um plano de ciência, tecnologia e inovação da região norte para fomentar cursos de pós-graduação, realização de pesquisa e produção do conhecimento em larga escala. A parlamentar explicou que as ações solicitadas pelas instituições não trazem impacto orçamentário negativo para o MEC, mas trariam um saldo bastante positivo e muito importante para a região.

O ministro Mendonça Filho manifestou simpatia às demandas apresentadas e disse que é necessário levar em consideração os aspectos regionais e vê que há possibilidade de cooperação no pedido das universidades, já que há a necessidade de recursos humanos. Participaram da reunião os reitores das Universidades Federais do Tocantins (UFT), do Acre (Ufac), Amazonas (Ufam), Roraima (UFRR), Amapá (Unifap), Pará (UFPA), Rondônia (Unir) Rural da Amazônia (Ufra), Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e Oeste do Pará (Ufopa).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.