Carlesse diz que não debateu com adversário Vicentinho Alves para não ser ofendido

Na tentativa de justificar suas reiteradas ausências em entrevistas e debates, o governador interino e candidato na eleição suplementar Mauro Carlesse (PHS) minimizou a importância dos encontros e aproveitou para criticar seu adversário no segundo turno, o senador Vicentinho Alves (PR). “Estão falando que não vou a debates e programas de televisão. Não sou homem de ficar debatendo uma coisa que não tem projeto. Se ele [Vicentinho Alves] tivesse um projeto para nós discutirmos, eu iria na hora, sem dificuldade. Mas ir lá para ofender ou ver a mim e minha família sermos ofendidos, eu acho que o povo não quer isso. O povo quer projeto, quer ver ação. O povo precisa ser atendido agora”, disse o humanista num dos últimos discursos de campanha, na Região Sul de Palmas.

Carlesse defendeu uma campanha limpa, na qual os candidatos estivessem empenhados em apresentar suas propostas e não em promover ataques pessoais aos opositores. “Não precisa disso. Eles têm que respeitar um pouco mais o povo. Mas enquanto eles estão falando, nós estamos fazendo, do nosso jeito, com simplicidade, respeitando as famílias e a Justiça Eleitoral”, destacou.

Carlesse voltou a reforçar as ações que vem adotando em sua gestão interina, citando, como exemplo, o desejo de aumentar o efetivo de policiais militares nas ruas. Ele ressaltou que tem determinado a redução no número de militares prestando serviços administrativos. “Eu quero diminuir a quantidade de policiais que tem ainda no Palácio Araguaia. Quando assumimos, havia 200 homens lá, hoje tem 60 e eu ainda não entendi para que tanto policial lá dentro. Eles tinham que estar é aqui, na comunidade, protegendo o cidadão”, apontou.

Por fim, sem citar nomes, Carlesse voltou a comparar a sua administração com as anteriores. “Eu respeito, tenho dignidade e estou trabalhando para o povo. Em 30 anos eles não deram conta de fazer o que nós estamos fazendo em 60 dias e se Deus nos der a vitória no dia 24, vamos ter oportunidade de mostrar muito mais trabalho”, disse.

Deixe um comentário