Acompanhada de governador, Kátia Abreu critica Carlesse

Em visita a Porto Nacional e Monte do Carmo, ela disse que prefeitos não veriam “nem a cor de cestas básicas” se fosse no governo anterior

Em visita a municípios, Kátia Abreu alfineta Mauro Carlesse | Foto: Divulgação

A senadora Kátia Abreu (PP-TO) cumpriu, nesta semana, agenda de visitas, acompanhada do governador interino do Tocantins, Wanderlei Barbosa (sem partido), nas cidades de Porto Nacional e Monte do Carmo. Em discurso, a parlamentar falou sobre sua preocupação com a situação das enchentes nas cidades que estão em alerta, citou as cestas básicas e referiu-se negativamente ao governador afastado Mauro Carlesse (PSL), afirmando que, se a situação fosse em seu mandato, os prefeitos dos municípios “não veriam nem a cor” de cestas básicas, ao contrário do atual governo que está disponibilizando esta ajuda aos interiores.

“Imagina se fosse o ex-governador (sic), se prefeito veria a cor de cestas básicas, a cor de kit higiene, a cor da presença dele nestes municípios”, criticou a senadora, referindo-se ao apoio de Wanderlei Barbosa a essas cidades. Kátia falou também sobre os recursos que destinou para as prefeituras e tornou a criticar o governo anterior, falando que, enquanto Carlesse era governador, ela mesma foi quem cuidou dos recursos das cirurgias “praticamente sozinha”. Já o governador interino, segundo ela, mal chegou e já assumiu a responsabilidade, autorizando a realização para todo o Estado.

Kátia disse que ela e o filho, senador Irajá Abreu (PSD-TO), destinaram nos últimos três anos R$ 300 milhões para o Estado por ano e que este dinheiro foi para as prefeituras e não para o governo. “Nenhum real para o governo, porque sabíamos que colocar dinheiro lá seria jogar no mato”, chegou a dizer a Senadora.

Na visita, a senadora inaugurou obras em Monte do Carmo com recursos saídos de suas emendas e declarou que agora apoiará o governador Wanderlei Barbosa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.