Sebrae desenvolve programa para identificar necessidades e apresentar soluções a micro e pequenos empresários

Até o momento foram realizados cerca de 15 mil atendimentos pelo programa “Sebrae na sua empresa”. A meta é atender, até o final de julho, aproximadamente 70 mil empresas em todo o estado de Goiás

Na busca para garantir o desenvolvimento e a retomada da economia para micro e pequenas empresas, o Sebrae desenvolveu o programa “Sebrae na sua empresa”. Uma estratégia de atuação ativa, porta a porta, que visa o atendimento aos empresários para identificar suas necessidades e apresentar soluções que vão melhorar a gestão, com foco na sensibilização das empresas, mapeamento e identificação de demandas, apresentação e oferta de soluções.

O diretor de Atendimento e Relacionamento do Sebrae Goiás, Marcelo Lessa, explica que o programa “Sebrae na sua empresa” está com três meses de implantação e está em fase de aceleração. Diante do retorno das atividades econômicas, principalmente, no mês de maio com reabertura do comércio, o programa entrou em fase de impulsionamento das empresas.

“Este programa foi criado justamente devido a pandemia, com atendimentos presenciais comprometidos nos postos do Sebrae nos invertemos o papel. Ao invés do empresário ir até o Sebrae, nossos consultores estão indo até as empresas. É um rede de consultores com 120 profissionais em campo, atuando em 23 municípios. Aquele empresário que se interessa pelo programa ele entra em uma sequência de ações que o Sebrae oferta.”

De acordo com Marcelo Lessa, a primeira ação é o chamado “raio x” que a partir de um questionário com 29 questões permitirá identificar as principais fragilidades e oportunidades do negócio, com indicações de trilhas, soluções, capacitações, conteúdos e ferramentas que podem ajudar o empresário na sua jornada, considerando o resultado do seu diagnóstico. Além disso, o Raio X permite ao empreendedor avaliar o desempenho da sua empresa em relação com outras empresas do mesmo segmento.

Após essa etapa, as três temáticas importantes para o momento são alavancadas: Planejamento, Gestão Financeira e Mercado e Vendas. “A partir desse momento o Sebrae disponibilizar produtos e serviços de maneira customizada ao negócio e por fim a implantação das consultorias e a apresentação dos resultados”.

Neste momento de retomada tímida da reabertura dos negócios, segundo o diretor em Goiás, muitos empresários estão com dificuldades e o Sebrae tem um papel importante, principalmente, para as micro e pequenas empresas. “Aqueles que ainda não foram visitados podem demandar o serviço ao Sebrae e agendar uma visita de um consultor na empresa pelo telefone 0800 570 0800. O programa poderá disponibilizar às empresas visitadas até três consultorias on-line sob agendamento na temática em que o diagnóstico apresentar necessidade”.

Marcelo Lessa destaca a necessidade da empresa ser devidamente formalizada, sendo o único quesito exigido para integrar ao programa “Sebrae na sua empresa”. “Aqueles que estão na informalidade orientamos que também procure o Sebrae, nós ajudamos a formalizar o negócio e estará apto a receber o Sebrae na sua empresa. Nós não excluímos o informal, mas depende que o seu negócio esteja regularizado. É muito importante que o empresário tenha a empresa formalizada, inclusive, para ter acesse a crédito, participar de licitações e outros benefícios”.

Até o momento foram realizados cerca de 15 mil atendimentos pelo programa “Sebrae na sua empresa”. A meta é atender, até o final de julho, aproximadamente 70 mil empresas em todo o estado de Goiás. “Percebemos que está sendo reaquecido o mercado dos negócios e a adesão ao programa está em crescente”.

Experiência

A empresária Eslane Bessa, proprietária da D’van Calçados e Esportes, conta que conheceu o programa “Sebrae na sua empresa” ainda no mês de fevereiro, antes do período do decreto estadual que previa o escalonamento de 14 x 14 para abertura dos serviços não essenciais em virtude da pandemia. Segundo ela, a consultoria é muito importante no sentido de enxergar o negócio de outras maneiras e a oportunidade de melhorar daquilo que já é positivo na empresa.

Para nós o programa do Sebrae foi extremamente importante e necessário no momento que chegou para nossa empresa, que tem menos de dois anos de mercado. Todo o projeto tem sido oportuno para evitar erros que poderiam acontecer futuramente a gente já vem tratando agora. Tivemos consultoria presencial na loja e fomos, eu e meu esposo, direcionados com muito cuidado para o que é importante para o nosso negócio.

De acordo com Eslane Bessa, outras consultorias foram agregadas ao negócio, como gestão de pessoas, marketing digital, financeiro e planejamento. “Enquanto micro empresário a gente é multitarefa. Embora a gente queira tudo, não temos tempo por excesso de responsabilidade. O projeto do Sebrae é muito amplo e atende em todos os aspectos que a gente precisa”.

Em relação a pandemia, Eslane que abriu sua empresa junto com o surgimento da crise sanitária, buscou direcionar as vendas para o online. “No primeiro momento foi positivo, principalmente, em março e abril de 2020 com o fechamento do comércio e aumento das vendas pelas redes sociais. Mas o impacto negativo aconteceu ao logo da segunda onda. E o Sebrae é o suporte que você busca quando está totalmente perdido. Os consultores são atenciosos e presentes. O Sebrae é esse suporte que está dando motivação e nos ajudando a seguir com o negócio.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.