Em grande evento cívico, histórico e internacional, Trindade valorizou sua história

A Capital da Fé recebeu o fogo do maior evento esportivo do mundo com festa e muita organização

Jânio Darrot fala aos trindadenses ao lado da Tocha Olímpica: momento histórico | Foto: Iris Roberto

Jânio Darrot fala aos trindadenses ao lado da Tocha Olímpica: momento histórico | Foto: Iris Roberto

Fábio PH
Especial para o Jornal Opção

Para um grande número de veículos de comunicação, milhares de smartphones, evento prestigiado pelo governador Marconi Perillo (PSDB), um colorido especial e muita animação do público – que lotou várias partes das principais ruas da região central – a Tocha Olímpica tomou conta da cidade. O Comitê Olímpico e o Serviço de Segurança nacional parabenizaram o prefeito Jânio Darrot (PSDB) pela organização.

“Trindade é uma cidade que tem em sua tradição uma grande Romaria, que nos traz milhões de devotos do Divino Pai Eterno todo ano. Nossa população é acolhedora e acostumada a sediar, organizar e realizar grandes acontecimentos”, disse Jânio, que mais uma vez não poupou elogios para sua equipe de governo e agradecimentos aos parceiros Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária, entre outros.

Foi uma maratona de serviços ao longo de muitos dias com centenas de profissionais envolvidos para a realização do grande e emocionante acontecimento. A Tocha Olímpica iniciou o seu percurso na entrada principal de Trindade, no Portal da Fé, tendo como condutor o jornalista Colemar Machado; percorreu os principais cartões postais da cidade, a exemplo da centenária Igreja Matriz, que naturalmente recebe no dia a dia como iluminação um brilho especial do sol.

Outro ponto de destaque, aos pés do Santuário Basílica, Trindade colocou na pauta da imprensa especializada sua tradicional história, local por onde passaram cinco juntas de bois, e nas mãos do carreiro Antônio Firmiano, à cúpula do templo sagrado, acesa, a Tocha, símbolo maior das olimpíadas – o carro de boi acompanha as romarias do Divino Pai Eterno desde a primeira realização em 1843. Em função de 173 anos de milagres e bênçãos, a fé ao Divino Pai Eterno ampliou em proporções gigantescas, trazendo para Trindade milhões de fiéis. Também não ficou para trás a tradição do carro de boi e a cidade realiza todos os anos, o maior desfile destas comitivas no mundo, com mais de 300 carros.

Das mãos do carreiro para outra grande ação na cidade, Eric Ale­xandre, representou as centenas de internos da Vila São José Bento Cottolengo, uma instituição fundada em 1951 e que atualmente está habilitada como Centro Especializado em Reabilitação Física, Auditiva e Intelectual, uma das melhores e mais bem equipadas do Brasil.

Coincidências à parte, Trindade recebe hoje competições do Cam­pe­onato Brasileiro de Karatê e o município tem representante de mérito internacional neste esporte. Fechou a corrida com a Tocha Olímpica na cidade a atleta Karoline Silva, campeã mundial no estilo kumitê.

Na demonstração do espírito cívico-esportivo trindadense para os Jogos Olímpicos do Rio, valor também para as produções visuais ao lon­go de todo o trajeto, a exemplo das bandeiras de todos os Estados e para o palco de encerramento da passagem da Tocha, onde foi montado um cenário, com guardas apostos, lembrando o santuário de Olímpia — por isto “Olimpíadas”, do local que deu origem às competições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.