Educação mantém foco na evolução

Secretaria conta com equipe comprometida e que não mede esforços para executar seu plano de ação e diretrizes

Fábio PH
Especial para o Jornal Opção

tri1

Prefeito Jânio Darrot ao lado da primeira-dama, Dairdes Darrot, e da secretária da Educação, Eva Eny Junqueira (à direita): sucesso na educação

Destaque na gestão do prefeito Jânio Darrot (PSDB), a Secretaria Municipal de Educação de Trindade (SME), representada pela secretária, professora Eva Eny Junqueira, conta com uma equipe séria, comprometida e que não mede esforços para apresentar e executar um plano de ação e diretrizes que atendam às expectativas da população trindadense. Agrega-se a isso o trabalho do Executivo e do Le­gis­lativo trindadense, viabilizando caminhos e investimentos e mantendo o foco necessário para a evolução educacional.

Todos os servidores e professores em funções diversas nas unidades escolares e na secretaria primam pelo trabalho de excelência, pois reconhecem que é o investimento no presente que vai proporcionar um futuro melhor para as crianças e jovens. Além da preocupação com a infraestrutura (reformas, ampliações e construções de novas unidades escolares) e aquisição de equipamentos (mobiliário, utensílios de cozinha, computadores, uniformes, kits escolares, veículos para o transporte escolar, materiais de pedagogia e de expediente), há a preocupação com a formação dos servidores e professores, com uma proposta pedagógica bem elaborada para a oferta de um ensino adequado às necessidades dos alunos da rede e a adesão de projetos e programas que são facilitadores da educação.

Em 2014 as ações pedagógicas da rede municipal de educação iniciaram-se a partir da formação continuada dos professores e coordenadores pedagógicos das escolas e centros municipais de educação infantil (CMEIs), pela da parceria estabelecida em 2013 com a Secretaria Estadual de Educação e a Fundação Itaú Social. Essas formações possuem como diretriz o trabalho com o currículo educacional e as matrizes curriculares que norteiam o desenvolvimento das atividades acadêmicas nas unidades escolares da rede.

Também nesse ano houve a continuação da formação dos professores do 1º ao 3º ano (Pnaic), a For­mação a Distância em Matemática pa­ra professores regentes de 4º e 5º anos e da educação infantil, promovidos pela Fundação Jaime Câmara e Fundação Civita, além de formações o­fertadas pelo Instituto Federal Goiano de Trindade (IFGT). Vale ress­altar que o IFGT já está ofertando o Curso Pré-Enem Eureka para alu­nos da rede pública na Escola Mu­nicipal Professora Messias Bites Leão.

Em ação programada ainda no biênio de 2013/2014, no Plano de Ações Articuladas e em parceria com a SEE, está sendo implantado o Sistema Integrado de Gestão Escolar, que promoverá o fornecimento de dados em rede para a SME; o projeto “Se Liga” — alfabetização dos alunos que estão com distorção de série/idade; o Projeto Aprendizagem, coleta de dados sobre o desenvolvimento acadêmico de todos os alunos de 1º a 5º da re­de, em execução desde 2013; formações direcionadas ao trabalho com as tecnologias e mídias diversas na Escola de Formação NTE de Trindade.

Há também os programas do MEC/FNDE, entre eles o Pro­gra­ma Brasil Alfabetizado — alfabetização de Jovens e Adultos; o EJA — ensino fundamental de 1º a 5º ano para jovens e Adultos; Mais Edu­cação — ampliação da permanência do aluno na escola; Atleta na Escola; Livro Didático; PDDE e PDDE Interativo — planejamento de ações financiáveis e não financiáveis; Censo Escolar; programas intersetoriais com as secretarias de Saúde e de Assistência Social: Olhar Brasil — Exame oftalmológico; PSE – Programa Saúde na Escola; e Fre­quência Escolar do Bolsa Família.

As escolas trindadenses, em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e o Ministério Público de Trindade, estão participando de projetos voltados para a preservação e conservação do meio ambiente do município, iniciativas como o Papa Óleo, Agrinho, Tetra­Pak e o concurso de Redação “O meio ambiente na minha escola”.

Também é destaque a equipe de multiprofissionais da SME, que está realizando visitas às unidades escolares para o acompanhamento do trabalho desenvolvido nas salas de Atendimento Educacional Espe­cializado (AEE), bem como fa­zendo triagens e orientações com os professores e pais dos alunos da rede que possuem alguma deficiência.

Por fim, há o trabalho com o ma­terial do Sistema de Ensino Apren­de Brasil da Editora Positivo nas turmas de Jardim 1 e 2 das escolas e CMEIS. Esse recurso pedagógico viabilizou o desenvolvimento sistematizado e direcionado das atividades acadêmicas destinadas à pré-escola.

Deixe um comentário