Driblando a crise

Mesmo com orçamento reduzido, Sebrae-GO deve atingir as metas para este ano

Sebrae-GO proporcionou, em 2017, uma
série de eventos para o público empreendedor

 

No Brasil, existem 13 milhões de Micro e Pequenos Empre­sá­rios (MPE). Em Goiás, 400 mil. Em 2017, a crise afetou diversas áreas da economia brasileira. Con­tu­do, as micro e pequenas empresas andaram na contramão: entre janeiro e agosto, houve um aumento de 327 mil empregos à me­dida em que as médias e grandes re­gistraram um decréscimo de 182,4 mil em virtude também da robotização.

Mesmo assim, não se pode dizer que este segmento saiu ileso. Devido à perda do poder de compra da po­pulação, o faturamento das empresas caiu naturalmente. E é justamente daí que os recursos do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Em­presas em Goiás (Sebrae-GO) são oriundos. Em outras palavras, se elas faturam menos, o orçamento da instituição diminui.

Porém, com criatividade e esforço de toda a equipe, o balanço geral de 2017 é animador. Prova disso está nas metas estipuladas, que tendem a ser tranquilamente atingidas até o final do ano. Além disso, a satisfação dos empreendedores com as consultorias e demais atividades é notória, tornando o Sebrae-GO uma alternativa para driblar a crise.

Casos de sucesso

Empresário Mateus Suassuna: “O Sebrae-GO
é um grande parceiro da República da Saúde”

Mateus Suassuna é idealizador da República da Saúde, um restaurante dedicado à promoção da alimentação saudável aberto em 2008. No início, o empreendimento era bastante pequeno, mas foi crescendo ao longo dos anos e, hoje, é simplesmente o maior complexo saudável do Brasil com 1500m² englobando o pró­prio restaurante, uma padaria pró­pria, um salão de festas e um em­pório com mais de 3 mil produtos.

Segundo Mateus, a República da Saúde adota o conceito all in one, is­to é, busca reunir, em um só lugar, pro­dutos das maiores variedades, co­mo queijos, suplementes e até vinhos.

O restaurante é acompanhado de perto pelo Sebrae-GO desde 2010 quando foi premiado em um concurso promovido pela organização. Dali em diante, esta parceria só cresceu. Mateus conta que já participou de palestras, consultorias, rodadas de negócio e do Empretec, responsável pela elaboração do site da República da Saúde por meio de uma metodologia desenvolvida pela Organização das Nações Unidas (ONU) que visa aprimorar características de comportamento empreendedor e identificar novas oportunidades de negócios.

“O Sebrae-GO é um grande parceiro. Nosso relacionamento é bem sólidos e estamos sempre em contato”, ressalta Mateus, que relata ainda ter se inscrito recentemente no programa Agente s Locais de Inovação (ALI), um acordo de cooperação técnica entre o CNPq e o Sebrae, findando promover inovações por meio de orientação proativa, gratuita e personalizada.

Élita Ferreira diz que o Sebrae-GO não dá o peixe, mas ensina a pescar. Ela garante que é boa pescadora

Élita Ferreira da Silva, proprietária da Élita Brazil Cosmetics, iniciou o seu negócio em 1992 com a criação do Centro de Beleza Élita Lou­res, que, em 2005, se transformou em Élita Studio. Enfim, em 25 de outubro deste ano, a empresária lançou a sua própria marca com shampoos e produtos de maquiagem.

O empreendimento funcionava, a princípio, como prestação de serviço na área da beleza, passando a ser, posteriormente, um salão de beleza convencional. “Percebi que o mercado estava exigindo algo mais personalizado. Então, resolvi direcionar meu atendimento somente para cabelo e produção”, afirma Élita.

Com o suporte do Sebrae-GO, a empreendedora se qualificou conscientemente e obteve orientação durante todo o processo de mudança no que diz respeito à parte organizacional, da personalização e do marketing. “Eu tinha a visão, mas não tinha a gestão. O Sebrae não dá a vara, e sim o peixe. E eu sou uma boa pescadora.”

Ademais, o Sebrae-GO enviou É­lita para uma missão técnica em uma universidade de cosmetologia na Itália. A empresária diz estar sempre com a mente aberta para transformações e recomenda àqueles que estejam começando um novo negócio ou passando por uma mudança procurar capacitação da instituição em questão.

Ano positivo

Gerente da Unidade de Gestão Es­­tratégica do Sebrae-GO, Bruno Ga­ribaldi Fleury garante que foi possível superar a crise do ponto de vista orçamentário. “Estabelecemos metas ousadas e conseguimos atingi-las.”

Bruno Fleury: “estabelecemos metas ousadas”

O economista acredita que, com a evolução do processo trabalhista e de robotização, a saída é o empreendedorismo e as pessoas vão ter de se adaptar. Dessa forma, o Sebrae-GO surge como um instrumento de desenvolvimento econômico. “Uma boa saída para quem está desempregado é se tornar empreendedor.”

Bruno salienta que o Sebrae-GO se esforçou para atender neste ano o pú­blico que precisava de uma resposta para a crise. Ao todo, foram atendidos 54 mil e 243 microempre­endedores individuais, 33 mil e 955 mi­croempresas, 7 mil e 945 empresas de pequeno porte e 81 mil e 552 pessoas físicas por meio de consultorias, cursos, feiras, oficinas, seminários, entre outros. Até o final do ano, ainda vão ocorrer alguns eventos, fazendo com que o número de atendimentos suba em cerca de 20%.

Confira as principais atividades do Sebrae-GO em 2017

Encontro de Lideranças dos segmentos do Agronegócios com intuito de alinhamentos de ações e verificação em conjunto dos desenvolvimentos de ações para a Agricultura Fa­mi­liar, reunindo as entidades do Sistema Faeg Senar, Agrodefesa, Emater e Sebrae. Mais de 120 técnicos , gestores e gerentes e Diretores destas entidades, participaram do encontro.

Encontro de lideranças e produtores do segmento do Leite parceria en­tre o Sebrae e o Sistema Faeg Senar, Sindicatos Rurais, para disseminação de conhecimentos técnicos e gerenciais, para os empresários, com a participação de mais de 1.500 empresários

Planejamento Estratégico do segmento de Artesanato em Goiás com discussão sobre o Plano de Ação para o ano de 2017, reunindo mais de 100 representantes do segmento do artesanato, de todos os cantos do Estado de Goiás

Lançamento do Selo Alimento Confiável para o segmento de Ali­mentos e Bebidas, com a presença de mais de 150 empresários, em parceria com o Sindicato da Indústria de Ali­mentos – Siaeg , o Sistema FIEG, Senai e a SED – Secretaria de Desen­vol­vi­mento Econômico do Estado de Goiás. O Selo faz parte do contexto do Programa Alimento Confiável, o qual vem trabalhando essencialmente as boas práticas de fabricação e o cumprimento da RDC 275 junto às indústrias do setor. Atendimento já programado para 50 indústrias de Alimentos no estado.

Lançamento da segunda fase do programa Brasil Mais Produtivo para segmentos da Indústria, em uma parceria do Sebrae, MDIC e a FiefIEG Senai, com a presença de aproximadamente 150 em­presários do segmento da Indús­tria. Programa prevê atendimento com consultoria de inovação e tecnologia para 145 indústrias, especialmente dos segmentos de Vestuário e Cal­çados, Moveleiro e Alimentos e Bebidas.

Realização do Programa de De­sen­volvimento Empresarial-PDE para Indústrias Produtoras de artefatos de cimento. Trabalho realizado em parceria com o SINPROCIMENTO, atendendo nesta primeira fase, 15 indústrias, assistindo-as no período de julho a novembro/17, atuando diretamente na implementação da gestão por indicadores, com foco no aumento da produtividade, redução de custos e desperdícios.

Convênio firmado com a SED para atuação junto à 33 Arranjos Pro­du­tivos Locais (APLs) no qual o Sebrae tra­balhará no desenvolvimento do Pla­nejamento Estratégico e no Plano de Desenvol­vi­mento, com foco no fomento das atividades produtivas desenvolvidas pelas micro e pequenas empresas instaladas nestes APL’s.

Realização do 5º Encontro Inter­na­cional de Comércio Exterior (EICE) com aproximadamente 250 empresas participantes, ocasião que foram realizadas rodadas de negócios com compradores internacionais nos setores de Alimentos, Bebidas e Cosméticos. Houve também um seminário com foco na atração de investimentos voltado para as embaixadas. Evento foi realizado na parceria entre a FIEG, Sebrae Goiás e o Governo do Estado de Goiás, por meio de sua Secretaria de Desenvolvimento Econômico-SED.

Realização da 3ª Expopeças, realizado na parceria entre o Sebrae Goiás e o SINDIREPA, contou com a participação de mais de 800 micro e pequenas empresas, 30 também como expositores para realização de negócios e divulgação de produtos e serviços ligados ao setor de reparação au­to­motiva. Foram ministradas também, palestras com temas sobre finanças, empreendedorismo, vendas e sustentabilidade exclusivas para o segmento em pauta, durante os dois dias de evento.

Promoção do 1º Encontro da Cadeia da Indústria da Construção do Estado de Goiás, realizado na parceria com a FIEG, CIC-Câmara da Ind. da Construção e o Sebrae Goiás. Evento que teve por objetivo aproximar compradores e fornecedores da cadeia produtiva da construção civil do Estado de Goiás, tendo a presença de 31 expositores e mais de 200 empresas visitantes que participaram das mesas de negócios organizadas no ambiente do evento. Propiciou também uma discussão e atualização técnica acerca de assuntos relacionados às Normas de Desempenho da Cons­trução (NBR -15.575), Qualidade e Produtividade das indústrias do setor.

Apoio na realização da 6ª edição da GOIANIACAL – Feira de Calçados do Estado de Goiás com efetiva participação de 65 micro e pequenas empresas do segmento de representação comercial e 5 indústrias calçadistas, gerando um volume de negócios na ordem de 34 milhões de Reais em 4 dias de evento. A feira foi realizada na parceria com a Goianiacal, Sebrae Goiás, FCDL, CDL, ASSINTECAL, ABLAC e VITLOG.

Realização do 7º ciclo do INOVA MODA, que trouxe conteúdo sobre tendências da moda para o inverno 2018, visando atualizar e preparar as indústrias do segmento de vestuário de Goiás. Nesta edição, foram realizadas 5 palestras e 4 oficinas abordando conceitos e técnicas sobre Criatividade na produção de moda, Desenvol­vi­mento de Produtos, Modelagem, De­sen­vol­vimento de fichas técnicas e Pla­nejamento da produção. Foram atendidas mais de 350 empresas nos municípios de Goiânia, Catalão, Taquaral e Jaraguá. A ação foi resultado da parceria Sebrae e Senai.

Planejamento Estratégico com o segmento da Silvicultura, com a construção de plano de ação para os anos de 2017 e 2018, com diversas entidades, Faeg, Senar, Embrapa, Emater, UFG, FIEG, com a participação de mais de 60 empresários

Reunião das unidades do Sebrae dos Estados GO, MT, MS e DF, em Alto Paraíso, para alinhamentos de a­ções da ABASE – CO e ações de de­senvolvimento do projeto Brasil Cen­tral Negócios – Turismo, para ações in­tegradas de desenvolvimento de circuitos turísticos e ações de Sus­ten­ta­bilidade e de Promoção e Acesso a Mer­cados para o segmento do Turismo

Planejamento de ações para o projeto de Desenvolvimento da Cachaça Artesanal em Goiás com a participação de 30 representantes de diversos municípios de Goiás

Participação de empresários em diversos Festivais gastronômicos no Estado de Goiás nos municípios de Caldas Novas, Cidade de Goiás, Nova Veneza, Terezópolis, Pirenó­polis, parceria do Sebrae com a Goiás Turismo e Abrasel

Participação de empresas do segmentos de Bares e Restaurantes nos eventos de Comida de Buteco, De bar em Bar, Steak da Carne, , com a presença de mais de 150 empresas nestas edições, parceria do Sebrae com a Abrasel

Participação de empresários de diversos segmentos da Indústria em missões internacionais em Milão, na Itália, Lisboa, em Portugal, Anuga, na Alemanha, Medellin, na Colômbia e Assunção, no Paraguai, para acessarem mercados e exposição de produtos, para futuros mercados internacionais, com a presença de mais ou menos 100 empresas Goianas nestes eventos

Feira do Artesanato – FARGO no espaço Vila Cultural com aproximadamente 50 expositores.

Implantação do Programa Sebrae de Sustentabilidade, envolvendo todos os colaboradores na adoção de práticas sustentáveis nas dimensões econômica, social, ambiental e cultural. O Sebrae é hoje uma instituição de responsabilidade socioambiental. Foi certificada nas normas 9001 de gestão da qualidade, 14.001 de gestão ambiental e 18001 de saúde e segurança no trabalho. É o único Sebrae do Brasil que possui as três certificações. Isso garante padronização na execução de suas atividades, o que eleva o atendimento a um nível próximo da excelência. Respeita o meio ambiente, envolvendo colaboradores, fornecedores e clientes. E desenvolve ações de natureza social e cultural se aproximando da comunidade onde está instalado e executa suas atividades.

Inauguração um moderno Centro de Treinamento para melhor atender os empreendedores goianos.

Participação efetiva do Sebrae em diversos projetos em parceria com prefeituras, Governo do Estado e entidades empresariais de nosso Estado.

“Percorremos o Estado de Norte a Sul, de Leste a Oeste”

Igor Montenegro ressalta o comprometimento do Sebrae-GO
com o fomento e o desenvolvimento
das micro e pequenas empresas

Nota do diretor-superintendente do Sebrae Goiás, Igor Montenegro:

“Inovação, gestão, sustentabilidade e mercado foram alguns dos temas que o Sebrae Goiás trabalhou de forma continuada neste ano para atender às pequenas empresas nas suas necessidades de conquistar e manter seus clientes. Tratamos destes temas nos 45 circuitos de palestras realizados em 41 cidades, onde cerca de 17 mil pessoas participaram e acompanharam as exposições de empresários, estudiosos, consultores e líderes empresariais.

A equipe Sebrae percorreu o Estado de Norte a Sul, de Leste a Oeste, com ações de atendimento, consultorias, cursos, oficinas, rodadas de negócios, missões empresariais, dentre tantas outras com o propósito maior de fomentar e fortalecer as mais de 300 mil micro e pequenas empresas goiana formalizadas, bem como os empreendedores e potenciais empresários interessados em abrir o próprio negócio.

Neste final de ano, a equipe econômica do governo federal apresenta números que apontam para uma recuperação da economia brasileira. Em Goiás, também podemos constatar aspectos econômicos positivos do segmento de pequenos negócios, conforme apresenta a Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg)* com o registro de novos empreendimentos.

As parcerias que o Sebrae Goiás realizou em 2017 nos âmbitos estadual, federal e municipais, com as entidades empresariais e instituições proporcionaram ampliar ainda mais o atendimento e o apoio aos pequenos negócios.

Em dezembro próximo, o Sebrae Goiás completa 45 anos de serviços prestados ao segmento responsável por 98,5% de empresas formalizadas no país, responde por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) e gera mais da metade dos empregos no país. A instituição comemora quatro décadas e meia de atividades e chega ao empresário por meio de diversos canais – presencial e virtual. O Sebrae trabalha na defesa e comprometido com o fomento e o desenvolvimento das micro e pequenas empresas. Formalização, inovação, redução da burocracia, ampliação do acesso ao crédito e melhoria do ambiente legal fazem parte do compromisso do Sebrae com os pequenos negócios.”

* A abertura de empresas no mês de outubro em Goiás foi 11,8% maior do que a registrada no mesmo período do ano passado. A Juceg registrou 1.420 novas inscrições, contra 1.270 no mesmo mês de 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.