Bate-papo ao vivo sugere que Marconi não teme críticas e quer diálogo direto com a população

Defendendo maior transparência na gestão, governador de Goiás decidiu responder a questionamentos no Facebook em tempo real

Governador durante o bate-papo ao vivo

Ao realizar na última quarta-feira (8/2), pela primeira vez ao vivo, o quadro “Governador Responde”, pelo Facebook, o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), mandou um recado tanto a seus apoiadores, quanto a opositores: ele não tem medo de enfrentar questionamentos do público e, até mesmo, de ouvir críticas.

Da Sala de Situação do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o tucano-chefe respondeu em tempo real perguntas dos internautas e interagiu sobre os mais diversos temas e assuntos com os cidadãos, que fizeram perguntas nos comentários do vídeo. Lidou, inclusive, com cobrança. A transmissão, que teve 23 minutos, teve 6,4 mil visualizações e 50 mil pessoas atingidas.

Desde o “boom” das redes sociais, que vem se ampliando na última década, o governador de Goiás prioriza o uso da internet para prestar contas de sua gestão e se aproximar do cidadão. O quadro Governador Responde foi avaliado por ele como uma forma totalmente transparente, não escondendo nem mesmo as falhas técnicas inerentes a qualquer transmissão ao vivo.

A ideia de Marconi é permitir que o cidadão tenha acesso irrestrito à administração do governo estadual. Por meio de um conjunto de ações que vem implementando em parceria com todas as secretarias de Estado, ele quer ampliar a transparência da gestão pública e reduzir o desconhecimento do cidadão às ações e gastos do poder público.

Nesse sentido, o governo de Goiás liderou os rankings de transparência tanto da Controladoria Geral da União (CGU), quanto do Ministério Público federal (MPF). O resultado da segunda edição da Escala Brasil Transparente colocou Goiás na primeira posição ao lado da Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais e São Paulo. O índice mediu o grau de transparência pública em estados e municípios brasileiros quanto ao cumprimento às normas da Lei de Acesso à Informação (LAI) e Goiás recebeu nota 10 na transparência.

Resultado semelhante foi apresentado pelo MPF. Nele, Goiás obteve a segunda posição no ranking nacional de transparência pública, alcançando a nota 9,80, conforme os critérios preconizados pela instituição. Desde a primeira edição, o estado subiu 15 posições, graças, segundo a CGE, ao trabalho continuado e determinado do governador, secretários e técnicos do Estado, que unem esforços para modernizar a apresentação e atualizar a os conteúdos inseridos no portal. O trabalho de avaliação abrange todos os Estados e portais de 5.567 municípios brasileiros.

Online

No inicio deste ano, Marconi Perillo foi apontado como o segundo governador mais influente nas redes sociais no Brasil, atrás apenas do colega paulista Geraldo Alckmin (PSDB), segundo pesquisa realizada pela Eureka Comunicação, especialista em comunicação digital. O resultado do levantamento mostrou que Marconi, que tem mais de 350 mil seguidores nas redes sociais, modernizou sua linguagem na internet, se tornando referência na comunicação digital.

A pesquisa da Eureka Comunicação também mostrou que o goiano foi pioneiro nas redes sociais. A pesquisa levou em conta três fatores: interações (curtidas, comentários, compartilhamentos, retweets), alcance (número de seguidores e fãs divididos pelo número de interações e engajamento durante o período analisado) e engajamento (regularidade das postagens dividida pelo número de interações durante o período analisado).

O governador goiano é o único do país a realizar bate-papo ao vivo com os internautas e responder críticas e questionamentos sem análise prévia. O Brasil precisa que os gestores estejam disposto a atender a população e percebam que a utilização da internet é uma forma de garantir transparência e contato direto com o cidadão.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Marcos Pinto Basto

Marconi Perillo está agindo corretamente ao governar com transparência! Se os outros governadores o imitassem, o Brasil estaria bem melhor.