Neste sábado, 28, o corpo do ator e modelo Ricardo Merini, de 37 anos, foi identificado no Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo. O artista estava desaparecido desde o último sábado, 21, mas o corpo passou seis dias no IML. A polícia afirma que há sinais de suicídio. 

Ricardo Merini foi visto pela última vez com vida no bairro Bela Vista, na capital paulista. Na ocasião, chegava de Chapecó (SC) e saiu de casa para se encontrar com um amigo. Seu corpo foi encontrado no dia 22, no Viaduto Doutor Eusebio Stevaux, no Centro. A causa da morte foi traumatismo craniano, segundo o médico legista. 

Análise das digitais dactiloscópicas feitas pelo Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD) revelou que o corpo era de Ricardo Merini. A família reclama da demora para ser comunicada. Segundo os familiares, o fato só foi informado no dia 27, quando o corpo já estava há cinco dias no IML.

 Ricardo Merini atuou nos curta-metragens “Noite na Taverna” (2015) e “Asco” (2015), além de dublar na animação “O Coração do Príncipe” (2014). Atuou na peça “Terror e Miséria no Terceiro Reich” (2012) e na websérie “Halls: Sensação que Inspira” (2014). Ele deixa dois filhos.