Experiência dos amigos octogenários é tema do livro de Célio de Oliveira

Engenheiro estreia como escritor em “Acima dos 80: Rumo à Velocidade da Luz”

Autor Célio de Oliveira (direita) com os amigos Timóteo Ribeiro (esq.) e Paulo Massi (centro), personagens do livro, durante o lançamento. Foto: Acervo pessoal

“Esta foi, sem dúvida, a obra que mais me deu trabalho”, comenta de forma descontraída e risonha o engenheiro goiano Célio de Oliveira. Natural de Araguari (MG), Célio de Oliveira viveu sua infância e adolescência em Anápolis (GO). É presidente do grupo Célio de Oliveira, composto pelas empresas Cel Indústria, Cel Engenharia, Cel Participações Imobiliárias e Cel Energia e agora estreia como escritor em “Acima dos 80: Rumo à Velocidade da Luz”, livro lançado recentemente e publicado pela Editora Kelps.

A obra reúne entrevistas que Célio fez com dez pessoas de seu convívio e que, recentemente, cruzaram a barreira dos 80 anos. Um deles completou nada menos que 102 anos. “Durante toda minha vida, sempre cultivei amigos bem mais velhos e aprendi muito com essas experiências. Tinha certeza que suas histórias de vida fascinantes renderiam um livro”, afirma. E Célio foi preciso: temperados com muita sinceridade e sensibilidade, os relatos trazem verdadeiras lições de vida para leitores de todas as idades.

As dez “personagens” do livro aparecem segundo a ordem cronológica de convivência com o autor e possuem perfis distintos. Tem padre, médico, empresário e até ex-presidiário. Nas entrevistas, Célio conversou com todos sobre temas como amor, morte, família e região. Mais do que uma simples biografia, o objetivo foi compartilhar as visões de mundo destes experientes amigos. O livro contou com apoio do jornalista Eduardo Rocha, do poeta Alberto Araújo e escritor Ubirajara Galli que, segundo Célio, “ajudaram a dar o toque de poesia”.

Para o autor, cada relato é especial. “São histórias muito bacanas. Tem minha mãe, Jovina, uma guerreira. Tem o caso do Nestore, criador da Mabel, que aos 70 anos passou o patrimônio para os filhos e foi viver de novo. E a Isabel, mãe do Leonardo Rizzo, é uma figura”, comenta.

O livro pode ser adquirido na página de Célio de Oliveira na internet – https://www.celiodeoliveira.com.br/. Segundo o autor, a renda será destinada para instituições beneficentes voltada para a assistência a idosos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.