O Estado de Goiás receberá R$ 940 milhões em recursos do governo federal para a área de infraestrutura ao longo deste ano. A confirmação foi feita ao governador Ronaldo Caiado nesta terça-feira, 30, pelo ministro dos Transportes, Renan Filho, durante reunião em Brasília (DF). “Fizemos uma discussão ampla de toda parte ferroviária e rodoviária e posso dizer que saímos com o sentimento de realização”, disse o governador.

O ministro explicou que o valor será destinado a diversas obras definidas em conjunto. “Serão R$ 924,9 milhões, valor duas vezes maior que o repassado em 2022”, afirmou. Entre as novidades, estão alterações nos trajetos da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico). “Será um trajeto direto, saindo do Mato Grosso, passando por Goiás e indo até Ilhéus (BA). Isso é importante para o Norte, Nordeste e Vale do Araguaia”, comemorou Caiado.

Ainda entrou em pauta a federalização da GO-118, a duplicação da BR-452 e a construção de um viaduto na BR-040, em Valparaíso de Goiás. “São ações importantes para o governo, que estamos lutando há muito tempo para que sejam transformadas em realidade em Goiás”, afirmou o governador, que estava acompanhado do senador Jorge Kajuru na ocasião.

Convênio

Mais cedo, em reunião no Ministério das Cidades, o governador também selou parceria para dois projetos: a construção de casas populares e a extensão do BRT de Santa Maria (DF) até Luziânia. “São situações que sem dúvida nenhuma deixam as pessoas angustiadas. No transporte, para poder chegar mais rápido a Brasília, e nas casas populares, para que tenham moradia digna”, explicou Caiado.

O ministro Jader Filho elogiou a situação fiscal de Goiás e reforçou o compromisso de priorizar o estado na execução dos projetos. “Pode ter certeza que Goiás terá prioridade. Já combinamos de nesta semana nossas equipes discutirem esses projetos”, garantiu.

Desde o começo do ano, Caiado atua em Brasília para encontrar soluções conjuntas para o transporte no Entorno do Distrito Federal. A ampliação do BRT de Santa Maria (DF) até Luziânia é um dos projetos prioritários para o Estado e necessita de investimento de R$ 420 milhões para beneficiar cerca de 224 mil pessoas de Luziânia, Riacho Fundo, Cidade Ocidental e Valparaíso de Goiás.