Seleção de 11 jogadores que não foram convocados para a Copa do Mundo

Técnicos de Argentina, Bélgica, Espanha, Inglaterra e França tiveram que deixar nomes importantes de fora do mundial

Marcos Alonso, Radja Nainggolan e Mauro Icardi são alguns dos principais jogadores que não foram convocados para a Copa do Mundo | Foto: Montagem

Na convocação da seleção brasileira, Tite não surpreendeu. Mesmo assim, a ausência de alguns jogadores — e presença de outros — foi questionada. Nomes como os laterais Rafinha (Bayern de Munque) e Alex Sandro (Juventus), além do goleiro Neto (Valência) e do volante Arthur (Grêmio), poderiam perfeitamente fazer parte da lista dos 23 convocados.

Outros treinadores também tiveram que deixar atletas importantes de fora. Pensando nisto, a coluna Hexacopa elaborou uma lista de 11 jogadores — e duas menções honrosas — que não foram convocados, mas que têm potencial para disputar a Copa do Mundo na Rússia. Juntos, formariam um bom time e, certamente, dariam trabalho às equipes favoritas.

No gol, o escolhido foi Joe Hart (West Ham). Barrado pelo técnico Pep Guardiola no Manchester City, o inglês não teve boas atuações pelos outros clubes por onde passou. Consequentemente, perdeu lugar na seleção da Inglaterra.

A defesa é inteira formada por jogadores espanhóis: Héctor Bellerín (Arsenal), Marc Bartra (Borussia Dortmund), Javi Martínez (Bayern de Munique) e Marcos Alonso (Chelsea). Em uma equipe com opções tão abundantes como a da Espanha, fica mesmo difícil achar lugar para todos.

No meio-campo, Cesc Fàbregas (Chelsea) é o represente espanhol. Completam o setor o francês Adrien Rabiot (Paris Sanit-Germain), o belga Radja Nainggolan (Roma) e o inglês James Milner (Liverpool) — que está fazendo uma temporada em altíssimo nível, mas anunciou sua aposentadoria da seleção há dois anos. Destes, a ausência de Nainggolan foi a maior surpresa.

No ataque, mais um espanhol: Pedro Rodríguez (Chelsea), que, ao lado do argentino Mauro Icardi (Inter de Milão), forma a dupla ofensiva. Aqui, vale fazer duas menções honrosas. Afinal, até no time dos que ficaram de fora não há como incluir todo mundo. São eles o francês Alexandre Lacazette (Arsenal) e o espanhol Álvaro Morata (Chelsea).

Goleiro: o inglês Joe Hart (West Ham)

Defensores: os espanhóis Héctor Bellerín (Arsenal), Javi Martínez (Bayern de Munique), Marc Bartra (Borussia Dortmund) e Marcos Alonso (Chelsea)

Meias: o francês Adrien Rabiot (Paris Saint-Germain), o espanhol Cesc Fàbregas (Chelsea), o inglês James Milner (Liverpool) e o belga Radja Nainggolan (Roma)

Atacantes: o espanhol Pedro Rodríguez (Chelsea) e o argentino Mauro Icardi (Inter de Milão)

Menções honrosas: o francês Alexandre Lacazette (Arsenal) e o espanhol Álvaro Morata (Chelsea)

Deixe um comentário