Reino Unido diz que membros da Família Real e do governo não vão à Copa da Rússia

Theresa May anunciou a decisão durante discurso no Parlamento inglês

Foto: Divulgação

A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse que nenhum membro do governo nem da Família Real estará presente na Copa do Mundo da Rússia, a ser realizada de 14 de junho a 15 de julho.

“Não haverá participação de ministros e de membros da Família Real na Copa do Mundo da Rússia neste verão”, enfatizou May.

A declaração se deu após a primeira-ministra ter dito que a Rússia está “muito provavelmente” envolvida na tentativa de assassinato do agente duplo Sergei Skripal e sua filha, Yulia, por meio de envenenamento no domingo (4/3). O governo russo nega.

Além da ausência no mundial, o Reino Unido anunciou que vai expulsar 23 diplomatas russos do país. A embaixada da Rússia considerou tal ação “hostil”, “totalmente inaceitável”, “injustificada” e “míope”.

Em 2014, a Rússia sediou as Olimpíadas de Inverno em meio à crise na Ucrânia. Na ocasião, a chanceler alemã, Angela Merkel, o ex-presidente francês François Hollande e a ex-vice-presidente da Comissão Europeia Viviane Reding boicotaram a competição.

Pelo menos dentro de campo, russos e ingleses têm poucas chances de se enfrentarem. A Rússia está no Grupo A e a Inglaterra, no G. Um encontro entre as duas seleções só será possível em uma eventual semi-final — se ambas classificarem em primeiro — ou final — se ambas classificarem em segundo ou uma em primeiro e outra em segundo.

Vale lembrar que, nas competições da Federação Internacional de Futebol (Fifa), os membros do Reino Unido disputam separadamente e o único a se classificar para a Copa do Mundo deste ano foi a Inglaterra.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.