11 jogadores que não foram à Rússia, mas podem estar na Copa do Mundo do Catar

Brasil tem uma geração promissora que deve ser aproveitada e testada até o próximo mundial

David Neres, Arthur e Fabinho | Fotos: Reprodução

De Cazã, Rússia

Em maio, a coluna Hexacopa fez um levantamento de jogadores convocados para a Copa do Mundo da Rússia que terão idade para estarem também na do Catar, em 2022. Ao todo, são 14:  Alisson, Casemiro, Danilo, Douglas Costa, Ederson, Fagner, Fred, Gabriel Jesus, Neymar, Marquinhos, Paulinho, Philippe Coutinho, Roberto Firmino e Willian.

É bem provável que um ou outro desta lista, por questões técnicas, não esteja no próximo mundial e, assim, abra espaço para outros jogadores. Portanto, agora é a vez de listar quem não foi à Rússia, mas pode estar no Catar.

Mesmo se não forem convocados para a Copa do Mundo de 2022, os jogadores da lista abaixo pelo menos devem fazer parte do próximo ciclo ao longo destes quatro anos e quatro meses — vale lembrar que o mundial do Catar será disputado no final do ano devido às condições climáticas, uma vez que as temperaturas em junho e julho no país do Oriente Médio são extremamente altas.

Confira:

No gol, Neto, do Valência, já está na Europa há alguns anos e daqui a quatro estará ainda mais experiente. É favorito para preencher uma das vagas de três goleiros, ao lado de Alisson e Ederson.

Na zaga, Marquinhos deve se consolidar como titular, mas seu parceiro ainda é uma incógnita, já que Thiago Silva e Miranda dificilmente terão condições de estarem no Catar. Jemerson, do Mônaco, e Juan Jesus, da Roma, são boas apostas.

Nas laterais, Alex Sandro, da Juventus, é favorito a ocupar a vaga de Filipe Luis na esquerda — Marcelo tem tudo para seguir como titular —, enquanto na direita as opções não são tão vastas assim. Danilo, que jogou apenas a partida de abertura do Brasil em 2018, é uma opção. Fabinho, do Liverpool, é outra, apesar de estar jogando mais como volante recentemente.

No meio, Arthur, ex-Grêmio vendido recentemente ao Barcelona, e Rafinha Alcântara, da Inter de Milão, são presenças mais do que obrigatórias no ciclo da próxima Copa do Mundo.

Do meio para frente, Lucas Paquetá, do Flamengo, David Neres, do Ajax, Vinicius Jr, do Real Madrid, e Luan, do Grêmio, são outros jogadores que merecem chances na seleção brasileira.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.