O governo de Goiás investiu mais de R$ 155 milhões para a construção de 1.369 unidades habitacionais para moradores de baixa renda. Eles serão contemplados com programa ‘Pra ter onde morar’ que oferece casas com custo zero para a população. Programa atenderá famílias em vulnerabilidade (com renda de até um salário mínimo).

O lançamento do programa foi na tarde de hoje, 24, onde o governador Ronaldo Caiado (UB), vice-governador Daniel Vilela e o presidente da Agehab, Pedro Sales, explicaram o edital para inscrição dessas casas que estarão disponíveis inicialmente em 30 municípios goianos. Na sequência, outros 100 serão contemplados com a segunda fase do programa. De acordo com o governo estadual cada unidade habitacional custou R$ 127 mil. “O cidadão vai receber a casa com escritura, com documentação em definitivo”, afirmou Caiado.

O presidente da Agehab, Pedro Sales, afirmou que 10 municípios contam com mais de 95% de execução das obras e serão por eles que vão começar o processo seletivo. O edital sai neste sábado, 25, e os municípios farão a triagem das famílias, verificando o grau de vulnerabilidade. “Vocês prefeitos vão fazer as listas e trazerem, que será feito um sorteio. Depois, a Agehab vai no município e faz um dossiê”, destacou o governador.

Do total, 28 casas serão entregues em Santo Antônio do Descoberto, na primeira etapa, e 18, na segunda. Campestre (50), Mairipotaba (30), Rio Verde (50, inicialmente, mais 50, na segunda fase), Hidrolândia (50), Cristianópolis (50), São João da Paraúna (40), Buriti de Goiás (50), Iporá (50) e Damolândia (27).

Nos próximos meses outras cidades serão contempladas. Abadia de Goiás (42), Anhanguera (30), Aruanã (50), Bom Jesus de Goiás (50), Campo Limpo de Goiás (31), Chapadão do Céu (31), Córrego do Ouro (30), Edealina (50), Firminópolis (40), Ipameri (57), Itaguaru (56), Ivolândia (50), Moiporá (46), Nova Aurora (35), Padre Bernardo (59), Piranhas (40), Santo Antônio de Goiás (50), São João da Paraúna (40), São Luiz do Norte (50), São Miguel do Passa Quatro (50) e Vila Propício (29).

Participaram da solenidade os deputados federais Flávia Morais e José Nelton; prefeito de Goiânia, Rogério Cruz; o presidente da AGM e prefeito de Goianira, Carlos Alberto, o Carlão da Fox; presidente da FGM, Haroldo Naves, e prefeitos dos quase 30 municípios contemplados nesta primeira etapa.