O vereador Paulo Magalhães (União Brasil) apresentou nesta quinta-feira, 25, um projeto para restringir o horário de partidas de futebol em Goiânia. Segundo a proposta, as equipes da capital – Atlético-GO, Goiás e Vila Nova – não poderão mandar jogos em seus estádios de segunda a sexta-feira, das 6h às 20h. Com isso, os clubes apenas poderiam sediar partidas dentro desse período no Estádio Serra Dourada, o único que não receberá a proibição.

De acordo com o parlamentar, a matéria foi motivada por conta de um episódio que viveu nesta semana. “Na terça-feira, eu fui fazer uma tomografia no dia que o Goiás jogou a Copa Sul-Americana. Por conta do trânsito interditado, eu não consegui sair do consultório médico porque tudo ficou impactado”, explicou, ressaltando que próximo ao Estádio Hailé Pinheiro (Serrinha) está o Hospital de Urgências de Goiás (Hugo).

“Quem mora em Campinas ou no Setor Leste Universitário também passa pela mesma situação”, apontou o vereador, ressaltando a situação dos outros dois clubes. “Temos o Serra Dourada que é grande, feito para esse tipo de partida, com mais conforto para o torcedor e respeitando o direito de ir e vir da população. Fora que tem estacionamento que cabe todo mundo e causaria menos impactos para as vizinhanças”, completou.

Magalhães também afirmou que o maior estádio goiano está atualmente pronto para receber jogos, mas que não é utilizado porque os times construíram arenas próprias. “Lá está entregue à própria sorte, só estacionamento é usado para shows. O local foi recentemente reformado, banheiros arrumados e gramado ajeitado, está pronto para realizar qualquer partida a nível nacional e internacional”, frisou.