Radialista e apresentadora de TV é assassinada. Tinha 38 anos

Evelyne Ogawa foi morta pelo namorado Vinícius Fernando Silva Camargo, que, com 30 anos, não trabalhava

Evelyne Ogawa: assassinada aos 38 anos | Foto: Arquivo da família

A radialista e apresentadora de televisão Evelyne Ogawa, de 38 anos, mantinha um relacionamento, havia mais de três anos, com o “desocupado” Vinícius Fernando Silva Camargo, de 30 anos. Certo dia, ele saiu de casa e não deu satisfações à companheira. Depois, tentou voltar, mas ela impediu sua entrada no condomínio. Depois que ele insistiu, Evelyne Ogawa permitiu que entrasse no seu apartamento, em Samambaia, no Condomínio Viver Melhor, em Brasília

Vinícius Fernando pegou um fio elétrico e enforcou Evelyne Ogawa — mãe de uma criança de 7 anos. Depois, sugerindo frieza, ligou para um advogado e pediu que o acompanhasse a uma delegacia. Lá, confessou que havia matado a jovem. O assassino está solto, pois a lei permite.

Evelyne Ogawa e Vinícius Fernando | Foto: Arquivo da família

A família e amigos dizem que Evelyne Ogawa era uma pessoa “doce” e “muito bonita”.

Lauridete Ishiyama Ogawa, mãe da radialista, disse: “A dor da mãe que perde uma filha é indescritível. O coração está doendo demais. Meu sentimento no momento é de ódio. Ela cuidava dele, fazia tudo por ele. Ela sustentava a casa porque ele não trabalhava. Até dinheiro para cortar o cabelo ela dava. Por que ele não foi para o canto dele? Podia ter deixado minha filha em paz”.

“Maravilhosa, alegre, nunca destratou ninguém. Estamos desconsolados. É revoltante saber que ele ainda está solto”, diz Eid Hirano, primo de Evelyne.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.